Cabras machos

O sotaque cearense é, definitivamente, engraçado. A musicalidade, o tom de quem está sempre espantado, faz dele o único sotaque que ninguém tem direito a achar feio ou bonito — só engraçado.

Mas tem uma coisa que me intriga: é a mania do cearense de falar com homens chamando-os de macho. Não é “cara”, “bicho”, “brother”, “mermão”; é macho. “Diz aí, macho”, “Que é isso, macho”, “Arre égua, macho”.

Todo homem cearense tem seus machos. Mas cada um deles tem seu macho preferido.

5 thoughts on “Cabras machos

  1. Nunca tinha parado para pensar nesse “tom de quem está sempre espantado”, mas um cearense que conheci tem exatamente esse jeitão. Mesmo quando está rindo tem um tom de voz de quem acabou de presenciar um assalto e quer fugir logo dali. E a expressão do rosto segue o tom de voz. Engraçado saber também que cearense é chegado num macho. Pois aqui em Minas, é “e aí, chefia?”… Acho que prefiro homem cearense que gosta de macho aos mineiros que gostam de ser subalternos… 😉

  2. Tem que ser muito macho, pra ter um macho pra si. hehehehehe Eu AMO meus amigos cearenses!

  3. oia ai machu
    putaria é essa falando q cearense gosta de machu
    agente fala homi ate com muié
    minha muié de vez enquanto ainda rapaz pare!!
    mais ser cearense é tudo de bom

  4. ô putaria medonha, eu in árri que se acabava de rir. mas é mermo sabia, a gente fala assim e nem se apercebe, mas quando voce lê, aí voce fica asssim, vixe eu falo assim também.

    o pior é que aqi é macho mermo. todo mundo só chama os outros de macho

Leave a Reply to Julia D'Aiglemont Cancel reply

Your email address will not be published.