Por que admirar os judeus…

Provavelmente, nenhum outro povo foi tão perseguido pelo simples fato de ser o que era, e nenhum outro povo conseguiu manter sua identidade cultural com tamanha força. Durante a Idade Média, judeus foram perseguidos de todas as formas possíveis, e isso continuou até muito recentemente — em 1947 foram proibidos de ter posses no Iraque, por exemplo.

Poucos povos têm o valor, a determinação e a capacidade de suportar o sofrimento que os judeus demonstraram em 2000 anos de perseguição (tá, eles querem mais, incluindo o cativeiro egípcio, mas ali era diferente; os judeus sofriam tanto, por exemplo, como os filisteus, cujo grande crime era ocupar antes uma terra que Deus prometeu a Moisés mas esqueceu de avisar ao resto do mundo).

8 thoughts on “Por que admirar os judeus…

  1. Saí falando ali embaixo (comecei a ler pelo final) que ter sido vítima de sofrimento não faz nenhum povo mais admirável do que outro. Continuo pensando assim. Mas, especificamente nesse post que estou comentando, passei a ver que (independente de sofrimento) o que os judeus conseguiram de mais incrível foi manterem a unidade, a identidade cultural. Se eu pudesse pedir a um Deus (considerando que há deuses no mundo) uma graça, ia querer saber “o que os judeus têm que eu não tenho”.

  2. Admirar um povo que era mandado pra morte que nem cachorro e não fazia nada? Admirar pessoas que estavam em mais de mil, contra uns 100 soldados e sabendo que iam morrer nem tentavam nada?

  3. Eu admiro sim os Judeus. Eles não ficaram parados porque queriam e não eram somente 100 soldados atrás deles. Muitos cristãos não tinham coragem de ajudá-los, não era por má vontade, mas, na época em que eles eram identificados por uma estrela amarela na roupa e arrastados para campos de concentração, até o melhor esconderijo falhava.
    Muitos tentaram fugir por outros países, mas a perseguição era muito forte.
    Como posso ver, um povo (romano), odiava os judeus porque eles não queriam trocar suas crenças por outras, então isso foi se alastrando. No fim, eram varios contra um. O cristão que ajudasse um judeu era preso. Nem mesmo o amor podia ultrapassar as barreiras, ja que o casamento entr judeus e cristãos também fora proibido.
    Mas axo que somente quem passou pelo sofrimento poderia entender totalmente, seja judeo ou cristão, e não as pessoas do seculo XXI, como nós, que acabam vendo de uma janela e não na pele.

    PS: Dá pra perceber que o preconceito com os judeus é muito corte até hoje e eu nem imaginava isso. o.O

Leave a Reply to AlterEgo Cancel reply

Your email address will not be published.