Sonhos de consumo

Uma edição crítica definitiva de Machado de Assis, com texto fixado e notas de rodapé contextualizando as referências históricas e geográficas, introduções com boa apreciação crítica de cada peça e um apêndice com fotos de Machado e do Rio de Janeiro daquela época, em edição bem acabada, com capa dura e sobrecapa elegante.

***

Um DVD triplo de L’Armata Brancaleone e Brancaleone Alle Crociate, restaurado, em widescreen, com um disco extra explicando a produção e suas particularidades e um bom documentário sobre a Itália medieval.

***

O relançamento, atualizado e corrigido, de The Beatles Recording Sessions, de Mark Lewisohn.

***

O relançamento de uma coleção com as obras completas de Jorge Amado, como as tantas que a Record já lançou e que hoje infestam os sebos, com o texto definitivo, introdução a cada obra, notas de rodapé necessárias, as ilustrações de Carybé e Mário Cravo, e paginação, diagramação e tipologia decentes, o que nunca aconteceu.

***

O lançamento prometido há anos de Let it Be em DVD, com pelo menos mais quatro horas de cenas cortadas, tudo devidamente restaurado e transposto para o formato 4×3, como deveria ser originalmente. De brinde, a última versão do Get Back de Glyn Johns, promessa quebrada quando a Apple lançou o Let it Be… Naked.

***

Que me vendam aquela edição da Comédia Humana, pela qual babo há anos. Eu dobro a oferta inicial, amiga ingrata.

***

A Ana Hickman. De qualquer jeito.

13 thoughts on “Sonhos de consumo

  1. tenho em casa uma dessas coleções da record. como foi comprada quando ele ainda estava vivo, está incompleta… completa com livros fora da coleção… minha monografia foi sobre amado e tem certos livros com aquelas páginas viciadas… 🙂 acho lindo. um abraço. vc escreve muito bem. sempre.

  2. Sonhos de consumo… Tenho tantos. Engraçada a reação do meu filho de 15 anos a teu comentário no meu blog.

    Disse ele: “Avisa para aquele cara que a melhor seqüência de discos é Tommy – Who`s Next – Quadrophenia – By Numbers.”

    Tens razão quando à decadência do GH. sabe como é, esses religiosos…

    Grande abraço.

  3. Já tem Ana Hickman a venda nos EUA, baby

    Lá ela é chamada de Giant-Size-Barbie.

    Compra ela, que dá na mesma.

  4. A exemplo da Maray, também faço meus os teus sonhos, mais a Ana, como observadora (e eventual participante) da festa que vou fazer com uma pretinha para comemorar…

  5. Significa um texto definitivo, com eventuais incorreções anteriores em edições diversas corrigidas, Thiago.

Leave a Reply to Leandro Oliveira Cancel reply

Your email address will not be published.