A grande colaboração da HP para a segurança deste país

Diálogo travado no início da noite de terça-feira, 23 de outubro de 2007, no chat da HP:

Renata: Boa noite

Renata: Obrigado por entrar em contato com o Centro de Soluções da HP Brasil. Em que posso lhe ajudar?

Rafael Galvão: Boa noite.

Renata: Obrigado por entrar em contato com o Centro de Soluções da HP Brasil. Em que posso lhe ajudar?

Rafael Galvão: O meu notebook, um dv9000, foi roubado. A bateria estava queimada. Se não me engano a HP não comercializa esse modelo no Brasil, portanto ele deve ser raro. Há alguma maneira de localizar o ladrão caso ele procure comprar a bateria?

Renata: Senhor Rafael, para melhor atendê-lo, é necessário efetuarmos algumas perguntas durante o atendimento, podemos prosseguir ?

Rafael Galvão: Claro.

(…)

Renata: Correto, um momento, por gentileza.

Rafael Galvão: Olá?

Renata: Senhor Raphael, obrigada por aguardar, infelizmente não é possível que o meliante responsável pelo furto de seu equipamento, seja localizado desta forma, por gentileza entre em contato com os órgãos públicos responsáveis pelo ocorrido.

Rafael Galvão: Sim, eu já entrei.

Rafael Galvão: A questão é:

Rafael Galvão: De posse do número de série do produto, não é possível que as autorizadas saibam quando ele for para o conserto?

Renata: Senhor Rafael, tratando-se de um equipamento importado, o mesmo não possui suporte técnico no Brasil, e como informado acima, não é possível que a HP localize o equipamento.

Rafael Galvão: A questão é que ele vai precisar comprar uma bateria. Isso me parece simples.

Rafael Galvão: Ou seja: vocês não fornecem o número de série para a rede de autorizadas, em casos assim?

Renata: Senhor Rafael, o equipamento mencionada não foi introduzido ao Brasil, consequentemente, Centros Autorizados da HP do Brasil não efetuam reparos nestes equipamentos, por gentileza, o caso deverá ser tratado pelos órgãos responsáveis pelo ocorrido.

Rafael Galvão: Não estou dizendo que vão efetuar reparos.

Rafael Galvão: Estou dizendo que vão procurar e vocês vão dizer a eles: “senhor, não efetuamos reparos”.

Rafael Galvão: Mas vão ter acesso ao número de série.

Rafael Galvão: Pelo menos em Aracaju, onde foi roubado?

Renata: Senhor Rafael, não são comercializadas peças deste equipamento em revendas ou Centros Autorizados da HP do Brasil, por gentileza, entre em contato com os órgãos responsáveis pelo ocorrido. Mais alguma dúvida?

Rafael Galvão: Não, nenhuma.

15 thoughts on “A grande colaboração da HP para a segurança deste país

  1. A política do leão da montanha: “saída pela esquerda”.
    Monta tocaia da Assitência técnica. Você não tem nada melhor mesmo para fazer…

  2. podia ser pior… tenho um conhecido q a telemar acordou ele num domingo pela manhã procurando a senhora “fulana” em Teresópolis… então ele educadamente disse q dona fulana deve estar em teresópolis. Então a mulher ficou confusa e perguntou se lá não era de teresopolis, ele disse q não e desligou. Então a atendente fez o favor de ligar novamente e, acredite se quiser, reclamar que ele bateu o telefone na cara dela!! e ele “educadamente” respondeu q ela devia aprender a usar os códigos das cidades e desligou novamente.. eis que, pela terceira vez a mulher liga e diz: “o Senhor deve ser muito mal amado!” e ele sem enteder solta um “han?” e eis que ela completa “é sim! Mal amado e viado!”

    e desligou.

    viva a telemar.

  3. incrivel que vc não a tenha mandado ir tomar, depois dessa reticencia toda.
    sinceramente eu mandaria, e olha q eu, diferente de vc, sou um bunda mole
    😛
    abrass

  4. Rafael, a unica politica de seguranca que funciona no brasil e “tire o seu da reta antes que sobre pra voce”. A HP parece ter aderido.

  5. Pelo menos tinha um backup atual?
    Faça ocorrência registrando o número da série. Tire cópia e distribua entre as autorizadas existentes. Se é raro e se as autorizadas se prontificarem a ajudar, será fácil dar o flagrante delito. Beijus

  6. Rafael, com todo o respeito, a perda de seu equipamento foi uma calamidade, porém, não é culpando um analista do suporte técnico que você conseguirá resolver o ocorrido. Busque ajuda, junto ao Procon, ou outros órgãos públicos afim de solucionar possívelmente o ocorrido. Tenho uma grande amiga que trabalha com o suporte técnico HP, e lhe garanto, ela só cumpre ordens, todos eles são apenas “robotizados” e tem como OBRIGAÇÃO lhe repassar estas mensagens, caso não sejam cumpridas as ordens de seus superiores, todos irão para a rua. Grande parte dos analistas de telemarketing e suporte técnico, são pessoas como todos nós, tem família para criar e um nome a zelar, desta forma, solicito-lhe gentilmente que apague o nome da pessoa que lhe atendeu, visto que esta não tem culpa do ocorrido e sim a empresa que lhe contratou para isso.
    Saudações.

Leave a Reply to Cássio Cancel reply

Your email address will not be published.