Pequeno Dicionário Rafael Galvão da Língua Portuguesa

Virose
[De vir(o)- + -ose1.]
S. f. Patol.

1. Enfermidade produzida por um vírus. Ex.: a gripe.
2. Desculpa arranjada por um médico quando ele não sabe que diabo de doença é aquela que você tem.

12 thoughts on “Pequeno Dicionário Rafael Galvão da Língua Portuguesa

  1. lá vou eu me defender, raios… oce sabe q virus sao da minha companhia!!! rafaelzim, existem hoje cataogados cerca de 3000 virus que ‘dao exatamente os mesmos sintomas, com pequenas variantes de dor no joelho, no cotovelo ou no meio da testa, mas q sigificam a mesma coisa. Se vc ficar desesperado e achar imperioso na vida saber o nome do virus, saiba que pra cada virus vc vai ter tirar 5 ml de sangue para exame, que em média custará 250-500 dólares. Levando em consideraçao a sua conta bancária e que voce deva ter ai seus 6-7 litros de sangue, faça as contas: economimicamente e sanguinolentamente impossível buscar cada virus q vc possa ter!!! ia ser pior q emenda que o soneto. Contente-se com sua prosaica virose , e se tiver muito depre prozaqueie sua prosaica virose( do verbo prozaquear, vindo dos tomadores de prozac!!!). OU ceda seu corpinho a medicina para futuros exames !!! OU ceda ele a mim e eu caso com voxÊ!!!

  2. PS: lógico que se vc casar comigo eu farei voce esquecer das agruras da virose, e tentarei repetir, enquant vc dorme, febril e macambuzio, o nome dos 3000 virus… p ver se um deles se reconhce e grita: eu ! eu! eu! e quando voce acordar, terá um maravilhoso bolo de fubá com chá ingles fumegante. e voce pensará.. que virose o que! a vida é bela!!! e voce terá esquecido toda dor e sofrimento, e iremos a praia lavar o corpo e a alma dos males do mundo!!!!

  3. Interessante isso, Luluzita! Fico imaginando… O homem acha que tomou conta do planeta. Os vírus é que dominam tudo. Criaturinhas espertas, de mutação acelerada! E depois tem gente que fica com medo de invasão de extraterrestres! Ah, eu já prozaqueei durante um tempo, sabe? Mas agora o verbo é outro: efexorear. Sei lá. Só sei que antidepressivos devem ser encarados com menos preconceito (e com critério, claro), pois ajudam muito quem realmente precisa deles.

  4. Luluzita, bolo de fubá não me agrada, mas se fizer bolo de coco e sobrar, guarda um pedacinho pra mim. 🙂

  5. monica aprendi um novo ontem : lexaprozear.. achei mais simpático.. e deveras caro( uns 130 contos de reais); quanto ao bolo de fubá era só mais um engodo internético: nao sei fazer a dita iguaria..heheheh.. só sei comer! bolo de coco, cara amiga, pior ainda!! poderemos quem sabe trocar receitinhas de bombons destinadas as aulas de culinária do jardim da infancia, que eu brilhantemente aperfeicoei: pegue uma lata de leite condensado(se vc já tem idade p abrir sozinha, senao chame um adulto-boa desculpa pra chamar o rafa pra cozInha), 15 colheres de leite ninho e 15 de nescau(nada light ou diet, please); jogue tudo numa tigela de vidro e amasse com seus dedidnhos até descolar da tigela.. dos seus dedos nao vai descolar mesmo, entao lamba sem vergonha!acrescente coco ralado reidratado, amendoas picadas ou moidas, nozes, passas , damascos; tudo junto ou separado, vai da sua criatividade. Faça bolinhas. Se vc tiver muito afim, passe no chocolate derretido. SEnao, passe no cacau ralado e enrole em papel aluminio

  6. REceita II a missão: dae qeu vc guarda em geladeira por um dia( RESISTA!!! vale a pena esperar!!!) perfeito pra servir em fim de festa, com licor e dizer orgulhosa : FUI EU QUE FIZ! e espere o beijo do Rafa de agradecimento!!! eu sempre faço… até hoje não recebi o beijo do rafa, mas isso é um motivo geográfico… e ideológico: ele nao provou dos bombons. Estejam amigos convidados a minha casa e prometo 3 kilos de bombons com usn segredos que nem pra Monica eu contei!!!

  7. Não precisa me contar o segredo, mas guarde docinhos pra mim, viu? Ah, Luluzita, já fiz docinhos desse tipo, mas o meu era mais pobrezinho: leite em pó, leite condensado, leite de coco e nescau. Mas era de comer babando. Hoje, com 32 anos, acho que consigo fazer esses seus, mais elaborados.

  8. Eita que isso virou o sambão do crioulo doido, com direito a boneca saindo do baú e tudo….começamos em um enfermo deitado numa cama, com algum misterioso vírus entre os 3000 existentes, passamos por um pedido de casamento, com direito a esposinha exemplar, até bolo de fubá fumengante e chá inglês…rsss…, engatamos num passeio romântico na praia para então acabarmos em receita de bom bom! No mínimo vocês duas me fizeram engordar só de ME imaginar comendo TODAS essas tentações….

  9. LU amiga e amada minha! voce acha qeu sou tudo isso mesmo??? eu, esposinha exemplar? kkkkkkk to enganando direitinho entao… me chame de atriz entao, e me de a Palma de Cannes!!!(oscar já ta brega!) Mas voce há de convir comigo q nada melhor pra qquer virosezinha besta do que cafuné e dengo. Aliás eu acho mesmo q vou montar um firma fonecedora de virus para sensibilizar namorados/esposos/parceiros duroes… a gente tasca o virus neles e eles ficam docinhos logo logo!!! tudo vira dengo e eles eternamente agradecidos!!! SEm falar q o virus só vai durar as 12 hs do dia do sabado, p ele ficar o dia inteirim juntim, e de noite se recuperar e agradecer a gente( mulheres maravilhosas)como se deve..hehehehehe ..nada de coisa explicita em blog nobre???? beijos pras duas, Lu minha mana e Monica, minha nova amiga!! PS MOnica, esse bombom nao tem nada de sofisticated… é pura invencionice mesmo…ontem ainda me queimei fazendo pipoca!!!

  10. Luluzita… Seja mais humilde e restrinja-se à sua tosca atividade de médica… hehehe… Fazer pipoca não é pra qualquer um não! (aviso: estou sendo irônica). E obrigada por me chamar de nova amiga. Ah, quanto a comidinhas, tem coisa melhor do que inventar receitas? Muito bom, né? Beijo pra Lu e pra Lulu.

  11. Meu querido, Vc sempre com sua sutileza q lhe é mto peculiar! Vc bem sabe eu te adoro e estou morrendoooooooo de saudades. Não existe playboy vencido q ocupe o seu lugar no meu coração. Rs…estou poética ! Beijussssss Linda_Manhosinha

Leave a Reply

Your email address will not be published.