A velha e boa sacanagem

Houve um momento em que achei que fazia parte da geração que havia descoberto a sacanagem. Isso deve acontecer com todo adolescente, achar que está reinventando o mundo simplesmente porque está descobrindo coisas que ignorava. Faz parte da pretensão ignorante da idade.

Achava que, por exemplo, o acesso a filmes pornô representava o ápice da sacanagem no mundo ocidental, sem perceber que desde que o homem aprendeu a desenhar nas paredes das cavernas fazia questão de registrar seus eventos sexuais.

No blog do Lau segui um link para o Sade Bibliografia. O mais interessante é uma coleção de ilustrações eróticas (lembre-se, erótico é tudo aquilo que nos outros é pornográfico) que datam da Era Moderna.

Vendo essas ilustrações fico rindo da pretensão de todos nós. Belchior lamentava a inexorabilidade de acabarmos como nossos pais. Mas, a julgar pelo que dizem as imagens, sorte de quem conseguir isso.

4 thoughts on “A velha e boa sacanagem

  1. Você tem razão. Será que com relação a safadeza ainda existe alguma coisa pra se inventar? Mas reinventar e achar que inventamos já é tão bom, não é? O negócio é fazer como o ditado: “relaxa e goza”. (Por falar nisso, alguém aqui já ouviu falar em Somaterapia? Interessante o negócio…)

  2. O q o Bruce tem a ver com o sadismo Sade? Em falar em MqdeSade, a diferença de sua postura da epoca pros dias de hoje é só o consenso.

  3. Rapah, eu sempre achei que a nossa geração ou a imediatamente anterior só descobriu a sacanagem feminina explícita…. nós, homens, estamos é assustados (no bom sentido) com isso. Que venham elas e suas sacanagens!

Leave a Reply

Your email address will not be published.