O Império contra-ataca

Assistindo alguns programas na TV a cabo, que eu não via há algum tempo, fico impressionado com a situação deplorável da produção de entretenimento dos Estados Unidos.

Todos eles estão engajados na doutrina Bush, uma visão não apenas canalha, mas absolutamente estúpida do mundo. E dentro desse panorama, boa parte da mídia tem se tornado sustentáculos dessa visão imbecil e que não está fazendo nenhum bem ao mundo.

Um dos programas que me assustaram é Jag, a que nunca assisti antes. Nesse episódio específico, uma militar em Riyad se recusa a usar abayas na cidade, por não ser costume do país dela, e porque ela, como uma dos donos do mundo, se acha no direito de fazer o que quiser. Ela invoca a liberdade constitucional americana para desrespeitar os costumes de outro povo.

O outro programa é 24 Hours, com Kiefer Sutherland, que começou bastante interessante. Hoje, indiretamente, defende a tortura como método de conseguir informações.

A mídia americana sempre foi um suporte importante das posições oficiais do governo; a propaganda maciça durante a II Guerra é o melhor exemplo. Mas quando a coisa ameaçava sair de controle, como durante o mccarthismo, sabia apresentar um determinado nível de resistência.

Os Estados Unidos são responsáveis por algumas das mais belas páginas da história da humanidade, e um modelo para a definição do conceito de liberdade atual. É triste, sim, mas também preocupante, que o país esteja adotando uma política tão descaradamente imperialista. Mas é ainda mais preocupante que a sociedade americana apóie cegamente aquele pastiche de cowboy cocainômano e alcoólatra em sua cruzada.

4 thoughts on “O Império contra-ataca

  1. O que realmente me entristece nisso tudo é que essa postura tende a ser copiada pelo resto do mundo. Um mundo de ignorantes que seguem o PODER, simplestemente por sê-lo, sem que hajam julgamentos sobre estar correta ou não determinada politica adotada, pois, invariavelmente, se a mídia notifica e indiretamente afirma, tende-se a tomar como real tal fato. A verdade é que aos olhos deles, Americanos, somos um mundo de ignorantes; sobre nós, sua liberdade constitucional sempre prevalecerá, mesmo que essa só tenha validade dentro do territorio americano, mas em seus egos isso não importa, mas sim o fato de se considerarem superiores, enquanto na verdade são sim, completos ignorantes, desprovidos de cultura, respeito e tradições, porém como disse acima, detentores do PODER, e isso sim é o que parece importar, pois este, manipulado de forma maestral pela mídia atinge todos os objetivos pretendidos, daí aplaudo o autor da frase: “A PROPAGANDA É A ALMA DO NEGÓCIO”.

  2. Quanto ao Cowboyzinho Deles, não é o primeiro nem será o último com tão louváveis atributos tão bem descritos e a dedo escolhidos por você, ouso sim afirmar ser ele o primeiro, não diria retardado pois ultrapassa esse limite, mas tão senhor de si que não se importa em apresentar-se tão clarametne, tão desnudo, seus tão despreziveis e ridicularizáveis padrões, atitudes, Hobbies e comportamentos frente ao resto da comunidade mundial, a verdade é uma; se a sociedade americana o apoia com tanta segurança; se merecem, por SEREM FARINHA DO MESMO SACO

Leave a Reply

Your email address will not be published.