Lembranças de outra infância

Minha filha tinha dois anos.

Entre os exercícios que eu fazia com ela, desenhei um coelho, uma cenoura e uma linha pontilhada ligando os dois. A linha era ondulada, cheia de sobe-e-desces. A idéia era fazê-la cobrir a linha e ligar o coelho à cenoura.

Ela olhou para mim como quem não conseguia entender como o seu pai pode ser tão idiota, às vezes.

E com uma linha reta ligou o coelho à cenoura.

6 thoughts on “Lembranças de outra infância

  1. minha filha tinha dois anos e fui dar banho nela… vamos lavar a bundinha, vamos lavar a perereca… a mãe grita: “não ensina assim pra menina! não é perereca; é VAGINA!”. dias depois o avô está lavando a piscina e aparece uma perereca. espanta a perereca, espanta a perereca! minha filha chega para o avô e diz: “é VAGINA!”.

  2. Estou sonhando com um filho. =D … Rafael, sabendo da quantidade de coisas subliminares na obra dos rapazes do Beatles, lhe pergunto: Oque são aquelas voizinhas no começo da música Xmas, do John Lennon, que acabei de ouvir???

  3. hehehehe…. lembro que eu fiz um teste desses pra passar de uma escola pra outra… o caminho era super enrolado… um saco mesmo. ehehhehe 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published.