Ready-made art

Encontrando gente que não vejo há muito tempo.

Parece que todo mundo combinou dizer a mesma coisa quando me vê.

— Caralho, como você tá gordo!

Mas a esses já tenho resposta pronta, lida numa camisa.

— É, mas eu posso emagrecer. E você, que é feio?

Não, não é grosseria. Grosseria seria dizer o que realmente me vem à cabeça.

6 thoughts on “Ready-made art

  1. Comigo acontece o contrário: Como vc está magro!!! Levo na brincadeira… digo que estou com AIDS!

  2. Putz! Sorte que pra você é brincadeira! Já pensou se fosse verdade? AIDS não é mole não…

  3. Ih… Esse lance de grupo de risco já caiu por terra, Paulo. Hoje se fala em “comportamento de risco”. Mas… Você precisa ver o que tem de esposa pegando AIDS por aí­ por causa de escapadas do marido. Mulheres que nunca estiveram com nenhum outro homem na vida. Mas diga aí: você considera seus amigos homossexuais como integrantes, como você diz, de “grupos de risco”? Espero que não.

Leave a Reply

Your email address will not be published.