Livros quase imaginários

No Pensar Enlouquece, o Inagaki citou uma lista feita por Calvino. Não gosto do italiano, mas a lista é interessante. E resolvi dar minhas respostas:

Livros que todo mundo leu e é como se você também os tivesse lido:
Essa é fácil: “Diário de um Mago”, de Paulo Coelho.

Livros que sempre fingiu ter lido e que já seria hora de decidir-se a ler realmente:
Ahn… Os meus livros de escola?

Livros demasiados caros que podem esperar para ser comprados quando forem revendidos pela metade do preço:
Quase todos; eu gosto é de sebo.”Sobrados e Mocambos”, do Gilberto Freyre, está custando 98 reais. Eu não compro.

Livros que de repente lhe inspiram uma curiosidade frenética e não claramente justificada:
“O Novo Mundo”, de Antonello Gerbi. Comprei porque por 5 reais eu compro até livro de poesia de gente que não conheço, e encostei na estante. Só depois de alguns anos comecei a ler, nunca soube por quê. Muito interessante, e pode ser visto como o complemento perfeito a “Visão do Paraíso”, de Sergio Buarque.

Livros, que, se você tivesse mais vidas para viver, certamente leria de boa vontade, mas infelizmente os dias que lhe restam para viver não são tantos assim:
Moleza: “O Ser e o Nada”, de Sartre. Ganhei de presente de alguém que certamente me achou bem mais inteligente do que realmente sou; cada vez que bato o olho nele me convenço de minha burrice atávica.

3 thoughts on “Livros quase imaginários

  1. Tem um cara que não sei se você já leu, mas é um bicho muito esperto e sabido. José Saramago. Na verdade tô lendo seu último romance que, me perdoe o Gajo, é muito chato, mas isso não tira o brilhantismo de sua obra, basta lembrar d’O Evangelho Segundo Jesus Cristo e Ensaio Sobre a Cegueira…

  2. rafa, por acaso ganhei o sobrados e mucambos e to lendo… depois de 2 anos… ganhei de uma amiga de irc q trabalhava numa distribuidora de livros!! a amiga sumiu no meio da vida virtual, ficou o livro… perdi meus oculos esta semana e nao consigo ler o tal… o casa grande e senzala eu devorei ..mas naquela epoca eu nao usava oculos!!!
    o ser e o nada eu li e tao impressionada eu fiquei que fiquei com uma parte do titulo( a parte do nada!! heheheheheheeh). tudo depende da epoca da vida, do espirito, da chuva, do sono, da perna quebrada… andei lendo filosofia por uma semana..nao pensei em mais nada.. esta semana esta dedicada a aler mafalda e olhe lá!!! se tiver monica e cebolinha to aceitando-desde q sejam quadrinhos grandes!!!
    beijo

  3. Rafael, achei essa página aqui no google, quando eu tava procurando por “sebo o ser e o nada”, porque não encontro o maldito livro em sebo nenhum!
    Adorei o q vc escreveu, me fez rir demais e até fiquei com um certo receio quanto à aquisição do livro… mas acho q ainda estou disposto a tentar…
    abraços
    =D

Leave a Reply

Your email address will not be published.