A verdadeira razão da Revolução Russa

Durante quase 100 anos fomos torpemente enganados pela história oficial acerca da Revolução Russa.

Nos enrolaram com aquela história de povo faminto e oprimido, de desejo de mudanças sociais, de sonhos de igualdade. Luta de classes? Besteira. A verdadeira razão da revolução foi o pinto do Rasputin.

Um museu erótico que está sendo construído em São Petersburgo planeja expor o dito cujo, que nos anos que antecederam a Revolução fez a alegria da corte do czar. É uma forma de colocar a Rússia no mesmo nível dos americanos, que possuem (com um orgulho esquisito) o bráulio do Napoleão.

A diferença é que enquanto o pobre Napoleão tinha um pintinho pequenininho como ele, o museu russo vai exibir os gloriosos 30 cm de Rasputin.

Agora a gente entende por que a czarina Alexandra gostava tanto do barbudinho. E fica sabendo que a Revolução Russa se deu pelo que Freud chamava de inveja do pênis.

Mas isso nos faz refletir. Napoleão, de tão parcos recursos, conquistou um império. Rasputin, acomodado em sua enormidade, perdeu outro. A conclusão é aterradora: o mundo pertence aos mal-dotados.

3 thoughts on “A verdadeira razão da Revolução Russa

  1. num dreditu q o Rasputin tinha 1 cm a + q eu naum ……… issow eh impossivel . como …. Eu sou poderoso pq ele naum esta + vivow … hehe 29 cm atuais valem + q 30 cm

Leave a Reply

Your email address will not be published.