Live fast, die young, leave a beautiful corpse

Quando eu tinha 10 anos, achava que quem tinha 5 anos era uma criança.

Quando tinha 15, achava que quem tinha 10 anos era uma criança.

Quando tinha 20 anos, achava que quem tinha 15 anos era uma criança.

E agora, passado dos 30, tenho a impressão de que se viver demais vou voltar a ser criança de novo.

2 thoughts on “Live fast, die young, leave a beautiful corpse

  1. Rafa e qdo se tem 20…. qdo vc é “velho” para ser criança e “novo” demais para arcar com todas as responsabilidades?
    Complicado…. mas no fundo nunca deixamos de ser crianças ou pelos menos não podemos deixar algumas qualidades de criança como por exemplo, ver com bons olhos…
    beijos rafa
    Fica com Deus

  2. Quando eu tinha 15 anos, achava que podia ser um grande esportista, um grande artista, qualquer coisa que me desse algum reconhecimento. Quando tinha 20, achava que ainda podia rolar. Quando fiz 25, notei que quase todos os esportistas e artistas que estavam se revelando tinham 22, 23, coisa assim. Até os novos escritores são mais jovens do que eu.

    É meio triste caminhar rumo a uma vida com Corega.

Leave a Reply

Your email address will not be published.