10 thoughts on “Willy Wonka meets Beetlejuice

  1. Só agora fui ler o seu texto antigo sobre o Tim Burton. Você tem toda a razão: Burton é um diluidor chique, cheio de estilo mas vazio de conteúdo.

    Bem, eu gosto muito de Ed Wood, mas Edward Mãos de Tesoura é meio sem graça, Batman é um porre, e o Planeta dos Macacos é medonho.

    Você está coberto de razão, ele vai estraçalhar com a ambigüidade do filme original, extrapolando seu lado dark e demoníaco.

    Eu acho interessante quando uma refilmagem insere uma ambigüidade que não estava presente no filme original (por exemplo, Cabo do Medo, de Scorcese). Outra coisa bem diferente é “contar pra todo mundo” certas mensagens que estavam lá de forma sutil. Um filme que agradava a todas as platéias vira um bibelô estiloso incapaz de alcançar a perenidade do original.

    Não sei por quê, mas tenho a impressão de que vai ser mais um fracasso de bilheteria… ajudando a dar a dimensão correta do “mito” Tim Burton…

  2. Podia ser pior, muito pior. Pelo menos o filme fica na mão do gótico-lunático Tim com o Depp no personagem e teremos MESMO um Willi Beetlejuice SleepHollow Wonka. Não que eu desgoste. Acho válido ter uma versão gótica cyberpunk do Wonka. Combina com os tempos, com a mania de refilmagens e a falta de criatividade que grassa em Hollywood. Why not? Podia ser pior. Podia ser um filme do Schumacher com George Clooney ou um filme de Tarantino Bruce Willis fazendo Mr. Wonka e dando tiros em crianças ou fatiando woompa-loompas com katanas. Daí teríamos Besatie Boys na trilha sonora cantando Woompa-Loompa como rap-metal.
    Em tempo, o Freddie Highmore é uma gracinha, se for um ator competente fará juz a lenda do personagem.

  3. Caro Biajoni, não fui eu que inaugurei essa prática refinado de criticar a obra sem vê-la. Alguns dos meus colegas do newsgroup Trollnet (vtnc.no-ip.com), muito mais versados sobre cinema do que eu, fazem isso quase que em state of art.

Leave a Reply

Your email address will not be published.