Yeah, yeah, yeah

Ouço Beatles há tanto tempo, li tanto sobre eles que é quase como se fizessem parte da minha vida. Hoje, velhinho, a coisa está mais tranqüila; mas durante anos fui beatlemaníaco de carteirinha, do tipo que comprava revista só porque aparecia uma nota sobre McCartney. Um amigo dizia que eu sabia a cor da cueca que McCartney estava usando ao gravar Let it Be, e ele não estava muito longe da verdade.

Depois de tanto tempo ficam poucas questões a serem resolvidas. Como o meu exemplar de “O Ser e o Nada” está ali na estante, intocado, essas são as únicas questões metafísicas que tomam o meu tempo:

1 – Por que os Beatles fizeram tanto sucesso?
2 – Quem era o líder dos Beatles?
3 – Por que os Beatles terminaram?

Tá, são perguntas que não vão mudar o mundo, mas e daí? Tem gente que prefere saber o que vai acontecer no capítulo de amanhã da novela das 8.

One thought on “Yeah, yeah, yeah

Leave a Reply

Your email address will not be published.