Mais mulés

Emancipação feminina é o direito que as mulheres conquistaram de se acharem o máximo por ainda serem umas antas.

Não fui eu quem escreveu isso. Foi a Mônica. A Mônica é mulher. Se eu escrevesse seria um porco chauvinista, logo eu que faço o maior esforço para ser um sujeito bonzinho.

Mas como geralmente não consigo, deixa eu me resignar a assinar embaixo do que a Mônica escreveu.

10 thoughts on “Mais mulés

  1. E deixa eu assinar embaixo da sua assinatura embaixo da minha. Vamos fazer um abaixo-assinado contra a burrice feminina!

  2. Ah, eu acho uma sorte você não conseguir ser um sujeito bonzinho. Com a graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, da Virgem Maria, de Buda e até de Jimmy Swaggart (quem me salvou mostrando como se escreve “Suégar” foi você, como você mesmo sabe, Rafa). Bom, mas com a graça desse povo todo aí de cima e de alguns mais, você continuará sendo bem maldoso.

  3. Rafael, seu cinismo me comove…. Você é a pessoa, (leia-se homem) mais cruel que conheço. Quanto à frase da Monica, é parcialmente verdadeira, pois felizmente no meio de tantas margaridas insossas, estão brotanto rosas vermelhas bem cheias de espinhos, um bom exemplo é ela própria e euzinha ;))))

  4. Eu poderia simplesmente dizer: acho importante a mulher ter seu espaço. Mas diria melhor se me calasse. A verdade é que a independência da mulher em relação ao homem foi conquistar os mesmos direito que esse tinha. Tomaram-nos como exemplo para a sua revolução contra nós mesmos. Um golpe certeiro eu diria, veja-se a baderna sexual que se criou nesse mundo pós-moderno.

  5. Lucia… Gostei de você! Aliás, é um belo exemplo de exceção à regra. Que tal nos unirmos para dominar o mundo? O Rafa e o Plataformista podem ser nossos escravos… 😉

  6. Ah, o Paulo também comentou aqui. Não pense que escapa de ser nosso escravo também não, viu? (Três escravos, Lucia… Que tiquinho de gente. Temos que arranjar outros) 😉

Leave a Reply

Your email address will not be published.