Anos 80 e música

Por algum acaso, o Bia concordou que aquela lista da Rolling Stone é boa; discorda apenas em relação ao London Calling. E em achar que 4 discos dos Beatles é um excesso dispensável.

Bem, a observação sobre o London Calling me lembrou uma coisa: eu detesto os anos 80. De coração. Acho que, musicalmente, foi a década mais fraca da história, em que pesem o U2 e os Smiths. Mas ela começou sob o signo da New Wave, que nos brindou com sintetizadores enjoados e baterias amplificadas acima do limite do bom gosto; não podia ser diferente.

Não pode ser por acaso que a maior parte dos anos 80 foi dedicada a recondicionamentos da música feita nos anos 50 e 60; era uma pobreza absurda. Tudo bem, os anos 70 tiveram a disco music, mas em compensação tiveram o punk e o funk (curioso que ritmos tão diferentes tenham nomes tão parecidos), além da maturidade da soul music. E tinha o Led Zeppelin, ué.

Nos anos 80 a gente teve Michael Jackson e Madonna. E olha que, comparados à maior parte do que se via na época (Pet Shop Boys! Duran Duran!), eles eram geniais.

Nos anos 80 eu simplesmente não ouvia rádio. Pensava que era bobagem minha, que era sectarismo de um sujeito que se dedicava a ouvir tudo o que pudesse do rock and roll, de Little Richard a Sex Pistols. Mas não era. O fato de eu conseguir ouvir música hoje em dia é a prova, para mim, de que não era eu que estava errado; era o resto do mundo.

Não que isso seja incomum, claro.

3 thoughts on “Anos 80 e música

  1. Rafa!!!! Estive fora da rede alguns dias… Mas concordo que os anos 80 foram lixo. Justamente por isso o London Calling é foda: é um disco de 79 melhor do que tudo o que foi feito uma década inteira depois. E feito por 4 caras que mal sabiam tocar e cantar, numa sinergia ímpar. É o melhor disco do punk, undoubt. Vc já ouviu? Ouça com calma.

  2. Ouvi há muito tempo – justamente nos anos 80. Na época eu gostava, embora nunca tenha sido exatamente fã da banda – e até concordo com você que é melhor que o resto. Mas continuo sem achar que seja um dos dez melhores da história.

Leave a Reply

Your email address will not be published.