Blogueiros

A Julia me convida para ir a um “encontro de blogueiros”. Convite declinado aqui, publicamente.

Termo esquisito, esse: blogueiros. Parece “punheteiros”. Mas não é por isso que não vou. É porque, apesar de todas as evidências em contrário, eu posso ser tudo, menos blogueiro.

Eu escrevo um blog, é diferente. Pretendo continuar escrevendo enquanto gostar. Embora sentisse falta do feedback que recebo aqui, escreveria mesmo que não pudesse publicar, simplesmente porque gosto de escrever; na maior parte das vezes é uma forma de tirar um bocado de bobagens da minha cabeça e deixar o campo livre; em outras, é uma maneira de me obrigar a pensar melhor sobre um assunto. (E nunca é demais lembrar que os comentários sempre enriquecem o post original.) Mas daí a isso me classificar como blogueiro, vai uma longa distância.

Já disse antes, digo novamente: eu não sou o maior fã de blogs. Não tenho muito interesse por diários de adolescentes em si; primeiro porque já não sou adolescente há muito tempo, segundo porque sempre parto do princípio que todas as vidas são chatas e comuns como a minha.

Hypocrite lecteur, imagine Rafael nesse encontro. Alguém se aproxima deste dinossauro e seu inseparável cigarro pendurado nos beiços, e pergunta: “Ke ki foi, kra? Kra, tipo assim… Iraaaaado!”

Não aceito apostas sobre quanto tempo demoraria até eu mandar alguém dar um destino adequado à sua derrière.

Mas pensando bem, talvez não seja essa a razão. Talvez eu tenha vergonha de assumir a verdade: já me disseram que no último não havia mulheres bonitas.

6 thoughts on “Blogueiros

  1. Tem que ter mulher bonita? Mulher interessante tem que ser bonita? Que pobreza estética, Rafa! Que decepção… Trata de rasgar sua carteirinha de esteta de plantão.

  2. Ah, esqueci de falar sobre esses encontros: bom, eu já sou confusa quando tenho que conversar com mais de uma pessoa simultaneamente num bate-papo da internet. Por isso prefiro o tal “modo PVT”. Em carne e osso sou pior ainda. Afinal, passou de 5 pessoas já vira multidão pra mim.

  3. 1 – Que eu saiba não foram, e não vão nesse também, adolescentes, kra…

    2 – Tinha um bando de solteira lá pra você paquerar.

    3 – Escrever um Blog e ver o pessoal lendo e comentando, se compara a uma boa punheta sim. hehehehe

  4. Tenho quase certeza que ao invés do “…me disseram que no último não havia mulheres bonitas…”…vc foi lá no blog do organizadores do primeiro encontro, conferir de perto!! E como vc já escreveu: “… só me atenho às qualidades físicas das mulheres que posso levar para a cama…”..rs Vc não deve ir mesmo!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.