Steve Jobs

Já faz algum tempo que vou, de vez em quando, no blog de Steve Jobs.

Quer dizer, chamar aquilo de blog é elogio: é uma colcha de retalhos auto-elogiosas em excesso, às vezes francamente agressivas. Jobs age como se a Apple tivesse mais que seus 2 ou 3% de market share, ou no mínimo como se ele estivesse se expandindo, o que não é bem o caso. Ou como se a Apple ainda estivesse na vanguarda do desenvolvimento tecnológico, o que também não é o caso.

Mas bem ou mal o sujeito ainda é um gênio. E embora eu acredite tanto no futuro da venda de música quanto acredito no curupira, ele teve uma idéia bastante interessante.

Se bem que talvez ainda mais interessantes sejam as sugestões dadas pelos leitores.

One thought on “Steve Jobs

  1. Esse é um típico post “afasta preguiçosos”. Estou criando coragem para clicar nos links, mas haja energia. Será que eu devia ter nascido bicho preguiça e minha vinda ao mundo como gente foi um erro do Universo? Ai, que preguiça de tentar descobrir…

Leave a Reply

Your email address will not be published.