As delícias de um mundo real time

Uma coisa é dizer algo, se arrepender imediatamente e depois fingir que não disse. Outra é imprimir a bobagem, distribuir para meio mundo e depois ter que desdizer tudo aquilo.

Steve Jobs tem um blog, onde colocou mais um de seus posts mínimos às 15:39 do dia 22:

My colleague Chris Bell gave an interview to E-Commerce Times, about iTunes.

Às 19:19 ele resolveu ampliar o post:

My colleague Chris Bell gave an interview to E-Commerce Times, about iTunes. I know that all those articles are becoming tiring, but we always mention our products. We can’t stay here and not advertise when we have easy opportunities to do it.

Às 23:52, vendo que talvez tivesse dito uma bobagem e ofendido o pessoal que apesar do seu market share minguante lhe dá ampla cobertura, corrigiu mais uma vez:

My colleague Chris Bell gave an interview to E-Commerce Times, about iTunes. I know that all those interviews are becoming tiring, but we always mention our products. We can’t ignore the media and not advertise when we have easy opportunities to do it.

O problema é que o blog oferece um canal RSS: e assim todos nós, assinantes, recebemos as burradas de Jobs seguidamente, uma atrás da outra. Em real time.

Essas maravilhas do mundo moderno escondem perigos insondáveis.

One thought on “As delícias de um mundo real time

  1. hahahahah! Ferrou-se! Esse negócio de RSS é um pobRema… já não tinha, agora que não vou querer mesmo! heehehehe

Leave a Reply

Your email address will not be published.