Os bobos do Blogger.br

Ainda estou tentando compreender o que se passa na cabeça do pessoal que dirige o Blogger.br.

Entendo a necessidade da holding de fazer a Globo.com dar algum dinheiro. E o Blogger.br é um escoadouro sério de dinheiro: ocupa recursos, e não são poucos. Entendo até que tomem a decisão arriscada de cobrar pelo uso do Blogger.br, embora ache que enquanto o Blogger americano for gratuito e houver sites de hospedagem gratuita em algum lugar no mundo, essa talvez não seja a coisa mais sábia a fazer. E mesmo que não existam mais, é só fazer a conta. Com 180 reais por ano, pode-se alugar espaço de sobra em um servidor de hospedagem, comprar um domínio e ainda sobra dinheiro no fim do ano. Na verdade pode-se gastar ainda menos: o Motime é gratuito, o mBlog é gratuito, o Blog-City é gratuito. Ou seja, se alguém quer escrever um blog não precisa gastar mais que um pulso telefônico no final de semana.

Mas ele fizeram tudo errado.

Acho que o principal erro do Blogger.br não foi se fechar a assinantes da Globo: é a maneira como vêm tratando os usuários antigos. Claro que foi feita uma promessa que não foi cumprida, mas até com isso eles poderiam se safar.

Só é difícil justificar o fato de apagarem os blogs dos não assinantes sem nenhum aviso prévio.

Se fizeram o acordo com a Pyra e trouxeram o Blogger para o Brasil foi porque acreditavam que ele seria um chamariz para novas assinaturas. Estavam corretos. Talvez eles não saibam, mas o que faz de blogs um fenômeno é fato de serem criadores de comunidades e multiplarem opiniões. É aquela promessa das primeiras homepages finalmente cumprida, da comunicação instantânea.

E é essa comunidade que a Globo está irritando agora. Eu, como tantos outros, não consigo ver para que vai servir uma ferramenta que a “comunidade blogueira”, como chamam, passou a odiar e desprezar. No fim das contas, os blogs estão servindo apenas para trazer propaganda negativa para a Globo.

A impressão que dão é que se inspiraram na estratégia de fechamento do UOL. Mas não dá para fazer uma analogia entre os dois processos. Leitores de revistas não fazem necessariamente uma comunidade. Mas um blog faz. Fiquei sabendo de vários de vários blogs, que eu nunca tinha visitado, pela única razão de terem sido cancelados pela Globo. Posso estar enganado e eles podem ser gênios, o que eu acho improvável, mas o resultado provavelmente será absolutamente inverso ao que pretendiam.

A atitude da Globo, em simplesmente ir tirando do ar os blogs que hospedava sem aviso, é de uma burrice que não conhece limites.

Eu sempre admirei a competência da Rede Globo, mesmo quando era o alvo favorito da esquerda. Mas parece que essa competência em TV, rádio e jornal não se transferiu para a internet. Aqui eles são apenas bobos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.