Movable Type 3.0

O Movable Type lançou sua versão 3.0 (este blog roda a 2.661) e os blogs explodiram em indignação.

Até agora o MT era gratuito, embora você fosse incentivado a fazer uma doação. Mas a SixApart, empresa criadora do produto, está cobrando pela nova versão. As pessoas detestaram. Não tanto o fato de o programa passar a ser cobrado, mas o fato de ter preços salgados demais. Acho que se mantivessem os preços em patamares mais aceitáveis a gritaria seria menor.

O sistema de preços adotado pela Six Apart é, para usar uma palavra bonitinha, assustador. A versão mais cara custa cerca de 600 dólares, e como teoricamente é destinado a utilização profissional é passível de discussão; mas a versão pessoal custando 100 é um absurdo. Há uma versão gratuita, claro, que só admite 3 blogs e um autor, e é por isso que vou fazer o upgrade; afinal meu blog é um bloco do eu sozinho, e não penso em publicar mais blogs porque sou muito preguiçoso para ter manias nesse nível. Sendo o mais prático possível, para mim tanto faz quanto eles cobrem, desde que mantenham uma edição gratuita — e ainda por cima me tiraram a obrigação moral de fazer uma doação.

Mas essa é uma decisão arriscada, ainda mais quando há tantas boas opções por aí: b2, WordPress (que é licenciado por uma GPL e não tem chances de vir a se tornar pago), pMachine, TextPattern e agora o Blogger. Tenho certeza de que a SixApart acaba de dar um belo tiro no pé. É difícil que os velhos usuários migrem para outras plataformas, mas é bem provável que se você quer montar o seu primeiro blog você escolha qualquer uma, menos o MT.

A avaliação mais correta é a de que a SixApart criou em seus usuários a expectativa de que o programa seria grátis para sempre, e de certa forma incentivou as pessoas a manterem vários blogs com vários autores diferentes; de repente tiram tudo isso. Gente que fez doações, quando não eram obrigatórias, está revoltada. Com certa razão.

A grande vantagem do Movable Type é a grande quantidade de usuários, desenvolvedores e documentação. Mas isso pode diminuir a partir de agora. Para começar, acho bem provável que muita gente se recuse a usar o TypeKey, serviço de registro para comentários, porque se ele passar a ser pago ( o disclaimer no site do MT diz que você nunca pagará para comentar, mas não fala nada sobre disponibilizar o serviço em seu blog) as pessoas vao ter que procurar outra alternativa. Eu, pelo menos, não vou cair nessa esparrela.

One thought on “Movable Type 3.0

Leave a Reply

Your email address will not be published.