Primeiro Emprego, à alemã

A versão alemã do Primeiro Emprego está funcionando. Uma lei de lá exige que toda empresa tenha um estagiário para cada 15 funcionários.

Mas ainda é pouco. Para garantir o bom funcionamento da economia, o governo alemão está planejando aplicar multas também aos bordéis legalizados que não seguirem essas regras.

Agora que se imagine um distinto senhor chegando a um desses bordéis.

“Ô, minha filha, o que é isso?”

“Ahn… Hmmmmfff… Gasp. Não é assim que se faz? Desculpa, senhor. Acho que minha supervisora ensinou errado.”

Ou:

“O gue gue eu vazo gom izo?”

Ou:

“Espero que o senhor não se incomode se a Frida assistir. Ela é trainee. Frida, pára de rir. Não, senhor, ela não está rindo do tamanho do nosso amigo aí, não. Pára de rir, Frida.”

Ou:

“Me dá um minutinho? Deixa eu dar uma olhada no manual. É que eu estou começando hoje… Procedimento um: ‘deitar-se de acordo com o desejo do cliente’. De costas, o senhor disse? Certo. Procedimento dois: ‘abrir as pernas’. Aqui não diz o ângulo, mas acho que assim está bom, não? Mais? Senhor, mais e eu arrebento tudo aqui. Tá bom, deixa eu tentar. Procedimento três: ‘passar as pernas em volta do cliente e cruzá-las em suas costas’. Ah, mas isso parece tão difícil… Como? Ah, assim? Poxa, é tão fácil! Eu já tinha feito isso antes, e de graça! Se soubesse que era assim tinha caído na vida antes. Esse manual é que complica tudo, o senhor não acha? Agora deixa ver… Quatro: ‘abraçar o cliente’. Moleza. Como o senhor deseja ser abraçado? Senhor? Senhor? Volte aqui, senhor! O procedimento seguinte é o da língua! Volte aqui!”

Estagiárias terão promoção imediata quando conseguirem lidar com aqueles clientes mais difíceis. Por exemplo, quando colocarem aquele sádico de quatro e o encherem de porrada, ou quando conseguirem gorjeta de Isaac Muhammad.

Já as meninas que resolverem ler revistas durante o trabalho serão sumariamente dispensadas. Em compensação, os melhores bordéis darão cursos de especialização, como “A Arte de Abocanhar”, “Os Significados do Gemido” e “Como Mexer e Remexer”. Recomenda-se às estagiárias apenas não perguntar com cara de espanto: “Nossa, e isso ainda cresce?!”

Este blog espera que, com o novo incentivo do governo, o fino negócio da prostituição cresça exponencialmente na terra do Anjo Azul. E assim o governo estará fazendo sua parte no processo de desenvolvimento da Alemanha. Que poderá, orgulhosamente, adotar o singelo slogan “É sempre um negócio fazer prazer com você”.

Leave a Reply

Your email address will not be published.