Notícias estranhas em um blog esquisito (XIX)

Uma alemã, depois de uma briga por telefone com o marido, pegou uma marreta e foi “remodelar” o seu carro.

O estrago foi grande. O único problema é que ela errou o alvo e destruiu o carro de outra pessoa.

Parece que a briga começou quando o marido a chamou de burra.

***

Biólogos ingleses deram para falar com seus animais.

Ora, mas por que o espanto? Eles são ingleses, dammit!

***

Um professor de auto-escola alemão, que ensinou mais de mil pessoas a dirigir, diz que nunca tirou sua habilitação, porque bombou no primeiro teste e ficou nervoso demais para tentar uma segunda vez. Isso foi há 43 anos.

Eu sempre digo que esses alemães têm um cérebro que funciona de maneira meio esquisita, não digo?

***

Conscritos — eu adoro essa palava — finlandeses estão conseguindo dispensa do serviço militar alegando que são viciados em internet.

Pena que não houvesse internet quando tive que me alistar. Eu não teria levado cartinha para comandante nenhum, nem pensado seriamente em alegar que era um comunista homossexual terrorista psicótico arrimo de família.

***

Sherelle Purnell, de 18 anos, roubou 4.52 dólares em gasolina. Foi pega e condenada em Salisbury a ficar parada no posto, usando uma dessas placas de homem-sanduíche, com os dizeres “Fui pega roubando gasolina“.

Como ela chegou hora e meia atrasada para o cumprimento de sua sentença, a maior parte da multidão alegre, que tinha levado os filhos para ver a humilhação pública, já tinha se dispersado.

Daí a estrelas de Davi amarelas obrigatoriamente pregadas nas roupas é só um passo.

***

O padre tem 43 anos; a freira tem 26. E juntos resolveram que o êxtase espiritual de se entregar a Jesus não era suficiente para aplacar o desejo que queimava sua carne, fraca carne. Foram pegos obedecendo à palavra de Deus, que disse há muito tempo “crescei e multiplicai-vos“, em um Corolla estacionado perto do aeroporto. Passaram a noite na cadeia, infelizmente separados, mas as queixas foram retiradas.

Pecadores. Eles deviam seguir o exemplo dos padres de Boston, que fazem as coisas escondidos.

***

Na Inglaterra, um cão farejador de drogas morreu de overdose.

Quando eu parar de rir, comento.

***

A moça entrou no sex-shop em busca de emprego e preencheu uma ficha.

Deve ter achado que não iria conseguir, porque roubou alguns brinquedinhos. Infelizmente o alarme tocou, ela jogou tudo no chão e saiu correndo.

Mas como tinha preenchido a ficha com nome e endereço reais, não foi difícil achá-la.

***

Uma mulher foi presa numa estação do metrô em Washington. Foi algemada e passou 3 horas detida.

Seu crime: estava comendo doce na estação.

Essa notícia me alegrou o coração. Eu avisei, eu avisei. Bem feito. Quando começaram a perseguir o cigarro, adverti que teria conseqüências drásticas, porque zelotes calvinistas nunca se contentam com pouco. Bem feito. Ha. Ha. Ha. Aqui se faz, aqui se paga.

***

Um museu sul-africano vai realizar uma exposição de mestres da pintura holandesa do século XVII (o que inclui Van Dick, entre outros) na Cidade do Cabo.

O detalhe é que as telas vão ser expostas viradas para a parede.

O curador, o gênio revolucionário mundialmente conhecido e idolatrado Andrew Lamprecht, diz que isso é uma “intervenção conceitual artística”. Quer forçar os visitantes a reconsiderarem suas concepções da arte e seu legado na África do Sul.

Ele já conseguiu: me fez perder todo e qualquer respeito que eu porventura viesse a ter pela arte sul-africana. E me lembrou que John Lennon (“Avant-garde é merda em francês”) e Göring (“Quando ouço a palavra ‘cultura’ eu saco minha Browning”) tinham lá suas razões.

Leave a Reply

Your email address will not be published.