Alguém conhece outra pessoa presa numa rinha de galos?

Ainda estou impressionado com a prisão do Duda Mendonça.

Eu não gosto de brigas de galo. É um dos esportes mais idiotas que alguém pode imaginar, com homens alucinados soprando nos bicos de seus galos ensangüentados, para depois vê-los encostados à borda da rinha, já sem forças, enquanto seu oponente o castiga sem dó. O principal argumento de galistas é o de que a briga é instinto do galo. Certo. Acontece que quem os obriga a ultrapassar todos os limites da briga, o que faz um galo brigar até a morte são os seus donos.

Mas prender o Duda por causa disso é provavelmente uma das maiores canalhices políticas que alguém pode imaginar. Como disse o Duda ao ser preso, todo mundo sabe que ele gosta de brigas de galo. No seu livro ele diz que é uma de suas grandes paixões. Mas isso ainda não é nada.

Em todo o país, as rinhas funcionam abertamente. Não anunciam, claro, mas todo mundo pode descobrir onde funciona uma em pouquíssimo tempo. A tal rinha em que Duda foi preso funciona regularmente, assim como é regular o seu comparecimento. Todo mundo que mora no Rio sabe que ela existe, que as apostas são altíssimas. E todo mundo que tem alguma ligação com brigas de galo sabe que Duda sempre está lá.

Pode-se alegar que brigas de galo são ilegais. São mesmo. E se é ilegal as pessoas têm que ser presas, mesmo. Mas se juridicamente estão corretos, a verdade que extrapola os autos é que eu, pelo menos, não conheço ninguém que tenha sido preso em uma rinha antes. Nem mesmo o Duda, freqüentador assíduo, de maneira pública e ostensiva.

Você conhece outra pessoa que tenha sido presa em uma rinha de galo? Já ouviu falar de um caso parecido? Aliás, você já ouviu falar de uma rinha de galo que tenha sido fechada pela polícia?

A ação da Polícia Federal é tão obviamente política que se eu votasse em Sumpaulo e estivesse indeciso votaria em Marta Suplicy, porque a alternativa — votar em alguém capaz de tudo — parece perigosa. Esse episódio mostra alguém que tem suficientes ligações políticas, que sabe utilizá-las e que não hesita em apelar para as ações mais baixas. Mostra isso pela segunda vez: há pouco mais de dois anos a “vítima” do mesmo algoz foi outra. Chamava-se Roseana Sarney.

De qualquer forma, essa pode até ser uma atitude baixa, mas que é boa, é. O dano na imagem pública de Marta dificilmente será contido. Marta não tinha outra alternativa a não ser afastar oficialmente Duda Mendonça de sua campanha. O sujeito que abriu o saco de maldades e encrencou Duda foi bom o suficiente para perceber o que fazer na hora certa. Resta saber se a campanha de Marta Suplicy vai ser esperta o suficiente para tentar reverter a situação. Talvez fosse a hora de deixar claro que esse grupo é capaz de tudo para alcançar seus objetivos. De, sem desculpar Duda, mostrar a motivação política da prisão, de lembrar o caso Roseana, de tentar pintar a imagem de Serra como o “vampiro dos golpes baixos”. Não me parece haver outra forma de reação possível. E com mais de 10 pontos de diferença, a esta altura o negócio é partir para o tudo ou nada.

O Diogo Mainardi, em seu artigo dessa semana, disse que devemos votar cegamente (Deus, que idiotice!) contra o PT, porque o PT quer tudo. Como se fosse só o PT. Aliás, quem já tem o Estado de São Paulo e quer o município é o PSDB. Olhando sob a mais favorável das luzes, o que o Mainardi parece querer é um equilíbrio político. E sob essas mesmas luzes a posição é de uma ingenuidade estonteante.

E o resultado é que, pelo menos para mim, que nunca cheguei sequer perto dela, Marta parece ser tudo de ruim que dizem: arrogante, esnobe, prepotente. Mas a alternativa me parece muito, muito pior.

23 thoughts on “Alguém conhece outra pessoa presa numa rinha de galos?

  1. não voto em são paulo mas não acho a alternativa tão ruim assim.

    eu conheço pessoas que ja foram detidas mas presas nunca conheci e acho que o duda tambem não ficará preso.

    foi a policia federal que prendeu ele no rio de janeiro não consigo entender como pode ser algo influenciado pela politica, mas tambem não consigo imaginar outra coisa senão politica.

    de qualquer forma ele estava, assim como os outros, fazendo algo ilegal e eu acho que deveria ser punido por isso o que diriam dele se ele ainda estivesse fazendo campanha pro maluf e o maluf estivesse no segundo turno das eleições municipais??

  2. Em política vale QUASE tudo. Usar binquini já foi proibido. As leis mudam em função da obtusidade de quem as propõe e as faz aprovar. Nada disso justifica participar de uma briga de galos – atitude deplorável – mas essa história me faz vomitar! Porque a polícia não fecha as bancas de jogo de bicho espalhadas em cada esquina de Salvador (e não só!) de modo ostensivo, pintadas de azul claro e branco e com a sigla da UBB (União dos Banqueiros da Bahia) estampadas em modo inequívoco? Na Bahia pode e no sul do país não? Ou se mudam as leis, ou se muda o país. A hipocrisia é um abominável meio-termo!
    Ciao.

  3. Quando eu era criança treinei um galo de briga, ele era tão agressivo que atacava gente, inclusive eu. Certa vez encurralou minha pobre avó. Ela tem aquelas varizes grandes na perna e uma estourou com as esporadas. Depois disso comemos uma galinhada de galo. Bem, minha família comeu, eu não teria coragem. Disseram que a carne dele era tão ruim quanto o bicho, mas, nunca esqueci a cara de satisfação da velha comendo meu galo.

  4. Vítor: ser preso não é exatamente bom para o currículo de ninguém. O fato de o “marqueteiro” da campanha de Marta ter sido preso conta pontos negativos — como o caso Waldomiro contou pontos contra Lula. Afinal, é um criminoso que está fazendo sua campanha.

    O que incomoda não é a prisão em si, que é absolutamente legal. É o fato de escolherem este momento específico para fazer uma prisão incomum. Se é para ser punido, que se punam todos. Mas se você quiser eu tiro hoje uma foto de uma rinha em Aracaju. Funcionando normalmente (se eu conseguir sobreviver, claro, porque acho que vão me linchar).

    E não é a primeira vez que acionam a PF para usos políticos. Aconteceu a mesma coisa com a Roseana Sarney em 2002, lembra? (E acho que isso responde à pergunta sobre o Maluf.)

    Não que os dois estivessem cobertos pela lei. O que incomoda é a utilização eleitoral da PF, controlada pelo PSDB, e a forma como alguns candidatos fazem política, apelando para qualquer coisa. É por isso que acho a alternativa assustadora.

    Allan: as banquinhas de jogo do bicho estão espalhadas pelo Brasil todo, hoje em dia com a marca Paratodos. Em Fortaleza uma casa lotérica (na Av. Abolição, acho) vendia bilhetes da Caixa e do bicho lado a lado. Deve ter sido uma das primeiras PPPs.

    Alexandre: também não gosto de teorias conspiracionistas, mas aprendi há muito tempo que em época de eleição não há coincidências. Nunca. Absolutamente nunca. Quanto ao post da Cora, acho que o seu amor por animais e o desprezo a galistas a faz tomar partido (por exemplo, pedir que ele “não se julgasse acima do bem e do mal, só porque é rico e tem amigos poderosos”; até onde sei, o tal hobby do Duda é anterior a quaisquer amizades dele.

    Tudo isso me lembra quando Don Corleone, depois de abrir as pernas aos outros mafiosos para que seu filho Michael possa voltar para casa, diz que é um homem muito supersticioso e que, se qualquer coisa acontecer a Michael, ele vai achar que foi culpa de quem está ali.

    Neste caso específico, importa pouco se Duda estava ou não à frente da campanha (e segundo esta reportagem da IstoÉ, não estava). O que importa é o dano que a notícia pode causar. Como aconteceu com Roseana: aquele dinheiro da Luna acabou com sua candidatura, mesmo antes de ficar provado qualquer crime. Isso é política. Vale quase tudo, como lembrou o Allan.

    Até acredito que outros estabelecimentos do tipo sejam “estourados” na próxima semana, embora eu ache que esse tipo de aviso não seja lá típico de quem quer realmente desbaratar um esquema (“Atenção, meliantes: vamos prender vocês segunda-feira, às 16 horas, em Jacarepaguá! Compareçam!”). Só duvido que a ação continue por, por exemplo, 6 meses. É esperar para ver.

    O mais engraçado é que a campanha de Sumpaulo já estava praticamente ganha antes disso. É o tipo de coisa que não era necessária. Mas prudência, canja de galinha e dinheiro no bolso não fazem mal a ninguém. A campanha de 2006 começa agora, e quanto mais fraco o PT estiver em São Paulo, melhor.

  5. Voltando ao tema principal, Mainardi é um saco… Ah!, esse não é o tema principal, sim, voltando ao Serra, ele tem olho de cobra quando sorri satisfeito. Nunca, jamais, vote em quem tem olho de cobra quando fica feliz.

  6. O engraçado foi a notícia publicada pela Agência Estado, que contou o fato do Duda ter dito ao delegado que era assessor de Lula (o que, embora não seja verdade “de direito”, o é de fato):

    “O delegado da Polícia Federal Antonio Carlos Rayol que prendeu o marqueteiro Duda Mendonça na noite de ontem no Rio, negou que ele o tenha intimidado. ‘Ele (Duda) disse que era assessor do presidente, mas não entendi, achei que ele era assessor do presidente do clube de rinha’, disse Rayol”.

    Se esse delegado tem coragem de dizer que não sabia quem era Duda Mendonça, ou que não sabia que ele é amigo do Presidente da República, é porque é muito cínico.

  7. Aparentemente você está atribuindo ao Serra ambas as atuações da Polícia Federal. Sinceramente, creio que não seja o caso. Esta briga é dentro do Palácio do Planalto, não fora.

    Além disso, diga-se de passagem, por mais imbecil e boçal que seja o tal “esporte”, mais imbecil e boçal é a lei que o proíbe. Estou longe de ser fã do Duda Mendonça, mas acho que ele deveria ser preso por outras e mais sérias razões: não como tática da guerrinha para ver quem vai ser o Goebbels do século XXI no Brasil, mas por ser um dos concorrentes.

  8. Bom, minha opinião é discordante, mas o texto é grande. Por bom senso, achei melhor não entupir o blog do meu amigo. Qualquer coisa, está lá no meu blog mesmo. Dia 23/10/04.

  9. Rafael, convenhamos que uma diversão que se baseia em dois animais se matando é uma perversão. Briga de galo, tourada, ou qualquer divertimento baseado no sofrimento animal é coisa de gente estúpida. Uma prisãozinha não faria mal para o Duda e demais apreciadores de esporte tão idiota. Quanto à Marta e o Serra, ambos são políticos, nenhum é inocente. Podendo se utilizar de truques não éticos, farão isto sem pensar duas vezes. Não tem alternativa pra nós paulistanos.

  10. Bem, a Martaxa ainda tem chances. No feriado, a Classe Média Paulista, que o Rafael tanto odeia, viajará. A Marta vai ficar de olho no fluxo de carros para o interior e litoral.

    Rafa, a Marta só é benquista pelos pobres que não precisaram de saúde, nesses últimos 4 anos. O problema é que a falta de assistência e remédios custa beeeeem caro para a imagem de um político. Especialmente porque ela prometeu. Promessa é dívida. Aliás, a imagem da Marta foi seriamente arranhada pelo Ciro Moura, um candidato nanico, cuja campanha baseou-se apenas nisso: imagens da Marta prometendo um céu para a saúde, na campanha passada. Pegou mal, mal mesmo. Especialmente porque o dinheiro gasto com publicidade e com “assessores incomPTentes” daria para ter feito muita coisa na saúde. E vc sabe disso.

    Juro que gostei do plano da Marta no âmbito da educação. Adorei a idéia dos CEUs e seria maravilhoso se houvesse um CEU em cada bairro. O problema todo é o valor gasto na obra. Está muito elevado!!! Algo não me cheira bem nessas licitações.

    Outra coisa suspeita aconteceu com as empresas de lixo e de ônibus. A história ficou muito mal explicada.

    Enfim, o Serra não vai ser eleito porque todo mundo gosta dele. Pelo contrário, ninguém gosta do Serra, quase tão antipático e arrogante quanto a própria Marta. O Serra vai ganhar porque a Marta pisou na bola e o Serra, durante o Ministério da Saúde, fez mais do que os seus antecessores.

    Mas teria sido bom você ter acompanhado os 4 anos da política do município de SP, como os paulistanos, para entender o que realmente se passou. Para os petistas do Brasil inteiro, é um “absurdo a Marta não ganhar”. Aqui, pra nós, vai ser muito bom. Até mesmo para a periferia, pode acreditar. Não estamos falando de Jânio, Erundina, Maluf, Pita e Marta. Trata-se do PSDB, um partido de gente bem mais equilibrada. A periferia certamente será a prioridade do PSDB – mas trabalhando quieto, discretamente. Em SP, o PSDB tem o estilo Alckmin e do saudoso Covas. O PT aqui não tem o estilo do Lula (a quem respeito e com quem simpatizo). O PT aqui é extremamente incomPTente e fisiologista. Não sei como é aí.

  11. Val,

    Acho altamente improvável que a Marta ganhe, e o auê criado em torno do feriadão é, de certa forma, quase um aviso; burro se partiu da parte dela, inteligente se partiu do PSDB.

    Como eu disse antes, não sei nada de primeira mão sobre a campanha dela. Mas pelo que ouvi falar, é um amontoado de erros estratégicos, e a culpa parece ser do Favre e da própria índole dela. Entre as bobagens estão a idéia de partir pra porrada (prefeito não tem que bater, prefeito tem que mostrar o que fez e, se possível, emocionar o povo; deixe que os outros batam) e o acordo com o Maluf, o pior tiro no pé que alguém poderia dar.

    Mas tenho a impressão de que a Marta pisou menos na bola do que a propaganda negativa feita contra ela faz crer. Me parece que Sumpaulo é uma cidade eternamente polarizada entre petistas e anti-petistas, assim como foi, um dia, entre malufistas e anti-malufistas.

    Digo isso pelos adjetivos que geralmente usam contra ela: “arrogante”, “prepotente”, etc. Isso é adjetivo de classe média. A classe média, e principalmente a imprensa, é que se irritam com a arrogância do seus políticos. O povo, por incrível que pareça, usa padrões mais concretos de julgamento — nem que seja, nos piores casos, o da dentadura que ganhou.

    Só que é essa classe média quem forma opinião. E dá para ver a raiva que sentem dela pelo apelidos: “pudim de botox”, “patricinha da terceira idade”, daí para baixo.

    É também essa classe média que, agora, tem uma paixão fulminante pelo PSDB, já esquecida do arrocho dos anos FHC.

    Acontece que o PSDB pode ser tudo, menos uma ordem de carmelitas descalças (a propósito, o PT também não. São partidos políticos, ponto). O governo FH, que começou de forma muito boa, se perdeu quando entregou as calças para garantir a reeleição de FH. Os mesmos que criticam hoje os “acordos espúrios” do PT preferem esquecer que o PSDB foi mestre na arte robertaniana (Robertão Cardoso Alves, lembra do finado?) de dar e receber, e que ACM teve, durante um bom tempo, o governo nas mãos.

    Mas isso não é o mais importante. É preciso lembrar que um governo apenas representa a sua sociedade. Boa parte dos chamados desvios do PT vêm do fato de que, como não se governa sozinho, tem que ceder às pressões da sociedade, o que inclui o mesmo tipo de acordos que o PSDB fez durante 8 anos. Não estou criticando, não; faz parte. Mas que é engraçado essa crítica a um governo que faz o que o obrigamos a fazer, é.

    Agora, o mais interessante é que isso aqui começou falando do Duda. Que não é candidato, que até mesmo estava fora da campanha. Se foi mesmo armação do Serra, ele conseguiu. Colocou a Marta numa roda que não era dela. O que quer dizer que, se eu fosse o franco-argentino, tentaria aproveitar ao máximo a prisão do venerando galista, dizendo que é perseguição, etc. É a forma que eu vejo de neutralizar o ataque. Em vez de bater, acuse o golpe. O povo gosta de underdogs.

    Bem, respondendo a sua última pergunta, aqui o PT ganhou com 72% dos votos. Deve ter feito um bom governo. 🙂

  12. Paulo,

    Eu não sou contra a morte de animais, sou contra a extinção de espécies. Acho que o homem não deve renegar seu lado instintivo, caçador, mas, apenas controlar as coisas de forma que meus netos também tenham patos pra atirar e minhas netas possam ficar com pena dos bichinhos morrendo enquanto os depenam pra assar… eheheheheheheh
    E mais, quer acabar com as touradas?! Isso é cultura popular! Pra mim preservar isso é mais importante do que a vida de uns touros que, de um jeito ou de outro, viram bife mesmo. heheheheh

    Abraços,
    Roger

  13. Que muita gente frequenta rinha de galo, isso é obvio, que nem todo mundo é preso, isso também é óbvio, mas se vc está em plena campanha política e tem ligações fortes com o governo, só pode ser muito burro de ser pego fazendo uma idiotice dessas. É como se você descobrisse que o Gushiken tem relações com o jogo do bicho, ou que o Dirceu tem ligação com os bingos. Intriga da oposição? entendo como alguém possa achar que seja, mas, na boa, todas essas atividades são ilícitas e ilegais, e quem quer que tenha ligação com o crime organizado/mafia/rinha de galo, cachorro e que está no governo, tem mais é que ser pego para dar o exemplo.

    E nessas circunstâncias pouco me importa se o Duda Mendonça declara abertamente que gosta de rinha de galo. O que ele não pode fazer é frequentar a rinha de galo durante o exercício de uma atividade para o partido, porque é uma figura pública (mesmo não tendo cargo eleito, tem mais poder que muito político por aí), e figuras públicas já não podem mais fazer o que querem, já não são mais anônimos, já não são mais livres.

    Principalmente quando se trabalha para o partido do governo, e um governo que se diz moralmente superior aos outros e de esquerda, é fundamental que todos os seus integrantes, independente de sua função tenham uma conduta pública irrepreensível. E para mim o PT está fedendo a hipocrisia. Eles são tão ruins, ou piores, do que os conservadores. Eles não tem mais nenhum vestígio de esquerda, e não propõem nada de novo. o PT não tem criatividade nenhuma e o seu único projeto definitivo é se acomodar no status quo e no desagravo em que o Brasil está há décadas.

    No fundo, Marta ou Serra não muda absolutamente nada. E se alguém vier me dizer que o voto para um ou para outro será decidido na base da ideologia, eu digo que isso é uma ilusão, porque o PT deixou de ter ideologia desde que assumiu a presidência, e o Marxismo que eles pregam é completamente inconsequente na sua interpretação.

  14. e, na boa, qualquer um que declare em público que a rinha de galo é a sua paixão, só pode ser um débilmental. E qualquer um que tenha um nível intelectual superior e grana que tenha um hobby desses só pode ser um débilmental. Só falta o Duda Mendonça publicar em livro que gosta de comer puta, jogar no bicho, traficar drogas. E nesse paízinho de merda em que a gente vive, as pessoas não acham nada demais, porque? porque simplesmente as pessoas não têm noção do que é o dever cívico ou responsabilidade pessoal. Como sempre, o Brasil e os brasileiros são permissivos demais com tudo e não têm nada em que se apoiar, seja politicamente, ideologicamente, socialmente. Acho que ele tinha que ser condenado sim, e gostaria muito que o PT saísse do seu pedestal e assumisse o alcoolismo do presidente, a futilidade da prefeita, e as tendências autoritárias do secretário de comunicações e do chefe da casa civil. O PT é muito bom em criticar os outros, mas em matéria de auto-análise é péssimo. Do que adianta ter um presidente que vem “do povo” se ele deixou de ser povo há muito tempo? Como é que se pode confiar num presidente populista que bota um industrial mercenário como vice-presidente. Como se vê, nada se transforma nesse país.

  15. coincidências nãos existem realmente, mas que o cara é criminoso é; então que se danem, ele e os seus comparsas. Espero que continuem fechando essas casas de tortura galináceas.
    Todos os marqueteiros têm saquinhos com malvadezas. lembra daquele ditado que diz:”quem tem telhado de vidro não joga pedra do dos outros”

  16. O assunto cresceu Rafael. Além daquilo que discutimos em off, um detalhe: continua zanzando a idéia de que as pequenas transgressões podem ser perdoadas. Arrisca-se quem quer, assume quem tem peito. Quem entra na política tem que recolher os rabinhos. Duda deixou o seu de fora, parecia até uma isca. Vacilão.

  17. Rafael,

    Tem alguma coisa errada. O Diretor da PF não é o Paulo Lacerda, indicado pelo Governo do Lula? Se sim, quer dizer que você acha que o PSDB tem influência junto a PF, comandada por petistas.
    Vão ser influentes assim lá na casa do c.

    Abraços,

    Sandro.

  18. Engraçado, esse nosso país…
    Aqui deve ser o único lugar no mundo onde a polícia é censurada por agir acertadamente ao punir um crime ambiental que estava sendo cometido.
    A alegação (muito calhorda, por sinal), é que o contexto político transformou a ação policial numa canalhice contra o Duda Mendonça, na tentativa de atingir o governo!
    Um governo que é atingido pelo fato de um infrator, seja de que escalão for, ser preso, não merece ser governo.
    Alienação petista tem limite!

  19. tenho um conhecido ,qhe cria galo de briga,me adimirava por sua dedicação aos seus animais, sempre que tinha oportunidade vou visitalo,aprendi a amar e respeitar essas aves ,as vezes me pergunto se o poblema e com os galos ou com duda mendonça ou com pt. hoje fui visitalo olhei para o campo aonde os pintos cresciam e so vi mato e uma casa vazia ,senti falta daquelas belas aves de manto amarelo , as vezes preto,as vezes vermelho. defendendo cada seu territorrio , me fez lembrar dos nobres samurais,quando foram proibidos de portarem suas espadas e de defenderem sua honra. de uma coisa eu tenho certeza prefiro morrer lutando do virrar frango a molho pardo

  20. Brigas de galos são proibidas! Por que as vaquejadas e rodeios, que também são maus tratos, são livres e praticadas em todo o Brasil.

  21. Bem,
    Não sou nada contra Rinhas de Galo!
    Aliás, não existe nenhuma lei que proiba rinhas ou briga de galo.
    Muito pelo contrário, eu crio galos de briga e eles são muito bem tratados.
    Já visitei rinhas de galo e posso garantir que seria maus tratos se fosse uma ação do homem direto ao animal (pelo contrário, são bem cuidados pelos seus donos).
    Eles lutam por extinto, tá no sangue e na raça, se vc tem um galo de briga e não o treina ele não tem valor e briga do mesmo jeito.
    Pra mim se a briga de galo não existir essa raça será extinta, pq ninguém vai querer ter o prazer de criar um galo “de briga”(mesmo pq ele ñ tem outra serventia, sua carne é dura).
    Duda mendonça não é um criminoso, esse é um hobbie como um outro qualquer, e tenho certeza que foram pessoas que queriam derruba-lo que fez com que esse fato se expandisse tanto e eu conheço sim várias pessoas que já foram pegas em rinhas e nada aconteceu a elas!

    Genteeeee, tanta coisa errada acontecendo e piores que isso não só no Brasil, o tráfico por exemplo, e ninguém se move!

    Axo um absurdo as pessoas falarem de algo, como briga e rinha de galo, sem nem ao menos entenderem!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.