Uma prece a Oxum

Durante muitos anos acreditei que macumba era coisa de baiano pobre.

No modo simplório como eu via as coisas, gente com algum nível econômico simplesmente evitaria essas obrigações, por não acreditar, por estar enraizada na tradição iluminista ocidental.

Mas a vida vai nos ensinando algumas coisas.

Moro em um bairro bem razoável de Aracaju, a 13 de Julho. Para os padrões da cidade, bem diferentes dos cariocas, é um bairro razoavelmente caro. De acordo com aquela tese, seria o último lugar onde despachos dariam o ar de sua graça.

Um domingo desse eu ia caminhando pela rua com minha Febem particular (minha filha e meus dois sobrinhos) rumo a uma doceria que minha filha adora. E de repente vejo no chão algumas tigelas de barro quebradas e dois bonequinhos de pano, pretos como azeviche.

Yo no creo en brujas mas não custa desviar.

Os dois bonequinhos provavelmente significam que aquele é um “ebó de amor”, que alguma mulher (é sempre mulher que faz essas coisas) alucinada de paixão resolveu que um homem vai ser seu — ou que não vai ser de outra pessoa. Não é uma encruzilhada; está diante de um edifício, onde ele ou ela — ou quem sabe os dois juntos — devem morar.

Escrevi paixão, mas ainda não me convenci. Isso não pode ser paixão, e ainda menos sonhar em ser amor. É algo pior, baixo, mesquinho.

É ódio.

13 thoughts on “Uma prece a Oxum

  1. Pior. É possessão. São pessoas que enxergam as outras pessoas como coisas que lhes pertencem. Não aceitam que a outra pessoa tenha uma vontade própria, como por exemplo, não querer mais ficar com aquela pessoa.

  2. Quer saber? Achei de uma ignorância tamanha esses comentários, não se pode falar daquilo que não se conhece, entretanto disseram bobagens e não argumentaram nada de importante. È mesquinho por que? É humilhação por que? O que vocês conhecem a respeito? Já tentaram ler ou estudar a respeito? Seria enteresante, assim poderiam ter o que comentar, criticar é simples, mas argumentar a é bem diferente.Acho um ritual igual a qualquer outro, assim como existe em outras religiões, acho muito bonito. O que deixa curiosa é o medo que todos tem, falam mal, mas passam longe… Por que? No fundo acham mesquinho, mas tem medo? Medo que aconteça “algo”, faz favor!

  3. Além de não saber do que se trata, essas pessoas nao conhecem o que é a dor do amor..vivem tranquilos com seus amadinhos em casa. Mas deixa a separação cair sobre suas cabeças e correrão atras de um bom despacho…

  4. Voce nao sabe de nada,e facil criticar a decisao de uma pessoa e nao a entender ne?Mesquinho e ser baixo a ponto de querer saber mais que os outros.

  5. Rafael
    Só quero saber o que Minha Mãe Oxum tem a ver com esta “estória”
    Se liga e abaixo o preconceito…
    Um dia vc ainda vai precisar dela… Nem que seja pra não ser traído.

  6. ora ieie minha mãe, perdoe quem de ti fala sem se quer conhecer o tamanho de seu poder e de sua bondade. te amo minha mãe . amo muito mesmo. vc é tudo na minha vida. ai ieie.

Leave a Reply

Your email address will not be published.