Prioridades

Raymond Boudon, filósofo francês:

Marx insiste muito no fato de que o homem tem necessidade de bens materiais. Tocqueville explica que o homem não tem necessidade apenas de bens econômicos, ele tem muito mais [grifo meu] necessidade de consideração, com o que eu concordo.

Assim diz Boudon, que provavelmente nunca passou fome na vida e come 3 vezes por dia.

8 thoughts on “Prioridades

  1. Tocqueville… hummmm to estudando ele…

    Mas você vai confiar em alguém com nome de Tocque?

    Como é fazer exame do toque no Tocque, ele goza duas vezes?

  2. Esta área é piração total. O subjetivo sempre é pessoal demais. Eu gosto do maniqueísmo…
    Ler isso torna-se até irônico em vista que irei pagar 3 contas no banco.
    Achei que ficou muito legal o novo visual do blog. Mais clean e bonito.
    Abraços!

  3. É… quando a fome aperta a gente quer mandar tudo pras cucuia, mas que consideração é importante, é.
    Os bens materiais que ele tá falando aí não deve incluir as necessidades primárias.
    (Daniela filosofando, se sentir um cheiro de queimado, é de tico e teco)

  4. Sem querer discordar, já discordando (como é bom discordar), comida é bem material Rafa?

    Ou tangível? Ou necessidade básico-instintiva?

  5. Se comida não for bem material, aquilo que se troca para se obter comida é, então a relação feita pelo Rafael estaria certa em todo caso.
    O dia em que eu souber de alguém que tendo o que comer, vestir, onde morar, remédios, etc. acabou morrendo de “falta de consideração”, aí eu levo Tocqueville a sério. Tinham que ter abandonado ele no meio do mato, ou numa ilha deserta ao estilo Crusoé, para ele perceber a falta que consideração não faz.

Leave a Reply

Your email address will not be published.