Fragmentos de um diálogo amoroso entreouvido na praia

“Meu amor, você gosta de estar comigo?”

“Se eu não gostasse você já tinha levado um pé na bunda.”

“Putz, como você é grosso!”

(…)

“Amor, você me trocaria por uma mulher milionária, lindíssima e inteligente?”

“Nunca. Você continua sendo muito mais linda e inteligente.”

“Ah, meu Deus, que lindo! Você é tão fofo…”

“Tá vendo como você é? Quando eu falo a verdade você diz que eu sou um grosso. Quando eu minto descaradamente, você vem toda cheia de dengo.”

18 thoughts on “Fragmentos de um diálogo amoroso entreouvido na praia

  1. Uma mulher inteligente não faria essas perguntas idiotas, deduziria logo a reposta.

    Se ela não é tudo isso e o “cara” esta com ela, é porque ele também não é lá aquelas coisas.
    Cada um tem aquilo que merece!!!
    Homem é grosso por natureza! (Se não for é viado)rsrsrs

  2. João Carlos, meu comentário não foi depreciativo…foi apenas uma constatação, pois não acho que o cara ser grosso seja algo ruim…melhor que homem meloso e babão.
    Eu concordo com a Carolini, que falou aí em cima…mulher que faz essas perguntas é burra mesmo, merece ouvir.Enche o saco com pergunta idiota e quer o cara fique de nhemnhemnhem…

    (Sabe, Mr. Rafael, ando revoltada ultimamente com a proliferação de homem banana neste planeta…)

  3. Olha que legal: as pessoas não sabem lidar com a verdade e nem sabem FALAR a verdade aí vive todo mundo bem nesse mundinho hipócrita…

  4. O problema não está em ser grosso ou sincero. O problema está no fato de que uma mulher dificilmente trocaria o homem que ama por um milionário lindíssimo e inteligente apenas por essas qualidades… E Cris, será que os homens também preferem mulheres grossas a mulheres melosas e babonas?

Leave a Reply

Your email address will not be published.