A inexorável jornada

Quando eu nasci a capacidade do Maracanã era de 200 mil pessoas, e ele era o maior estádio de futebol do mundo.

Hoje a capacidade do Maracanã é de 92 mil pessoas, e ele já não é o maior estádio do mundo.

Na próxima reforma, para a Copa de 14, sua capacidade vai diminuir para 86.100 espectadores.

O Maracanã vai se apequenando à medida que o meu tempo neste vale vai se esgotando.

Quando eu morrer o Maracanã será menor que o Batistão de Aracaju.

6 thoughts on “A inexorável jornada

  1. Pois é, o que é a idade.
    Outro dia quase saí na porrada com um tipo porque eu disse que me lembrava do Maracanã transbordando com 200 mil pessoas e o cara dizia que não, que eu estava maluco, que isso era impossível. O mané não tinha nem trinta anos. Mas eu não saí na porrada com ele porque não sujo minhas mãos com quem mal saiu dos cueiros. 🙂

  2. …então reze para não morrer lá no Maracanâ 🙂 brincadeira. A diminuição do Maracanâ visa a segurança dos torcedores, o melhor seria derrubar tudo e construir o maior estádio do mundo novamente, mas estamos no Brasil, numa época de corte de custos, infelizmente de custos equivocados.

  3. Se você levar em consideração que quando o bastitão foi feito, na epoca da ditadura, cabia dentro dele metade da população de Aracaju… ele já era, proporcionalmente, maior que o maracanã husaushaushausahu

    abraços

Leave a Reply

Your email address will not be published.