Para o mano Caetano

Tem coisas que a gente não espera ver nunca na vida, Caetano.

Não me refiro à sua agressão gratuita ao presidente Lula, porque já cheguei à conclusão de que quando você não tem o que dizer, diz alguma coisa assim mesmo, uma besteira qualquer, para ver se as pessoas não esquecem de você.

Mas eu não esperava que a própria dona Canô viesse lhe dar um esporro público. E não esperava ver a elegância com que o homem que você chamou de grosseiro e cafona reagiu diante disso, e com um gesto simples, um telefonema de nada, colocou as coisas em seu devido lugar e mostrou quem é grosseiro e quem é realmente elegante.

Eu não consigo lembrar de alguma ocasião na política brasileira em que um presidente tão atacado do ponto de vista pessoal — não por você, que cá entre nós suas opiniões políticas não são lá muito dignas de crédito ou atenção, mas por uma imprensa especializada em mentira e em se aproveitar de declarações infelizes de bobos alegres — tenha sido capaz de um gesto de tanta classe, e ao mesmo tempo tão simples.

É isso que você chama de cafonice, Caetano? Um homem que, mesmo agredido, consola a mãe do agressor? É isso que você chama de cafonice e grosseria?

O mais engraçado em tudo isso é que para você o Lula é analfabeto, mas o casca-grossa, o grosseiro e ignorante em toda essa história foi você. Agrediu um homem desnecessariamente, e em vez de conseguir a polêmica que queria apenas deu a ele a oportunidade de ser magnânimo e generoso. Você disse que o Lula não sabe falar; mas me parece que enquanto da boca do presidente saíram palavras de conforto e acima de tudo elegantes, da sua — um intelectual reconhecido por muita gente, um senhor artista e cantor autor de livros publicados e filmes exibidos — saíram apenas bobagens repetidas, ditas com ódio injustificado: grosseiro, cafona, não sabe falar.

Onde você é grosseria e agressividade, o Lula foi elegância e delicadeza; e considerando que você perdeu uma grande oportunidade de ficar calado, ou de apenas declinar sua intenção de voto em Marina Silva, eu chego à conclusão de que você não é proveito, é pura fama. Sinto lhe informar algo que você já deve saber: nessa, Lula comeu o seu coração. Trincou, mordeu, mastigou, engoliu, mascou, moeu, triurou, deglutiu, comeu seu coraçãozinho de galinha num xinxim.

Eu não estou dizendo que seja muito fácil para você estar na posição em que está. Um de seus amigos, Gilberto Gil, foi ministro do presidente que você chama de analfabeto, e realizou um grande trabalho à frente da cultura brasileira. Sua mãe, uma tradição baiana de 102 anos, diz que gosta do presidente Lula e se sentiu incomodada com as suas palavras; e como coração de mãe é infinito tentou desculpar você chegando à essência da verdade: “Caetano é só um cantor”. Você ganha muito dinheiro apelando para leis de incentivo fiscal, as mesmas que enriqueceram a produtora de cinema de sua mulher. Poucos, como você, conseguiram aproveitar tão bem a onda de crescimento do país e o impulso que o governo Lula deu à cultura nacional. Por isso sou o primeiro a admitir que, sim, para você deve ser difícil adotar uma posição extremamente preconceituosa e elitista enquanto a realidade que lhe cerca lhe desmente a cada dia.

Você, eu sei, é fã de Fernando Henrique Cardoso. Quando o excelentíssimo senhor acadêmico era presidente, ele respondia às críticas de Chico Buarque ao modelo de país que implantava dizendo preferir você; e talvez seja esse incômodo diante da democracia e da convivência com um ponto de vista diferente que acabam aproximando vocês dois. Como duas comadres de maus bofes e mal amadas, vocês parecem fofocar entre si, conversinhas miúdas que não levam a nada

Fernando Henrique é aquele político brasileiro que faz filhos nas empregadas de casa e não os assume. O homem que o senhor venera e considera modelo para o país é o sujeito que esperava dona Ruth dormir para se esgueirar até o quarto da empregada, velho sátiro babão que se aproveitava de sua condição social; já o cafona grosseiro é aquele que ligou para sua mãe e disse umas duas palavrinhas de conforto, sabendo que ela ficou incomodada com as suas declarações bobas — bobas até para o padrão baixo que você tem seguido nos últimos anos; esse papo seu tá qualquer coisa, você já tá pra lá de Marrakesh.

Falei em dona Ruth e me lembrei que ela era uma muher admirável; talvez seja coincidência, mas as últimas notícias que vêm do excelentíssimo senhor sociólogo me dão a impressão de que com a morte de dona Ruth aquele senhor idoso perdeu o seu referencial moral; e não me refiro apenas às notícias de escapadelas senhoriais (que apenas me sugerem que ele sempre foi assim, escondido debaixo da capa da hipocrisia), mas ao teor de suas declarações, à sua disposição de se expor ao ridículo.

Caetano, acho que o seu problema é muito simples: você não consegue entender o novo. De certa maneira é triste ver que um sujeito a quem a cultura brasileira deve tanto, a quem a música pode olhar e dizer “eu sou filha ou neta dele”, tenha escolhido passar sua velhice dando sinais prematuros de caduquice. O tempo passou na janela e só Caetano não viu. Alguma coisa está fora da ordem, Caetano. E essa coisa é você.

49 thoughts on “Para o mano Caetano

  1. Pensei em escrever algo sobre o incidente, mas é isso!
    Obrigado por tirar esse peso das minhas costas, camarada!

  2. caetano na verdade morreu depois de gravar “tropicália”. o que está circulando por aí é o zumbi dele, com metade cérebro do general costa e silva.

  3. Caetano já era há décadas e isso não é nenhuma novidade. mas pelo menos, bem ou mal, ele verbaliza algumas coisas, concorde-se ou não. e qdo ele detona a zelite brasileira os lullo-petistas o aplaudem. e engraçado é q os prohjetos culturais de Caetano SEMPRE recebem MUITA grana do Ministério da Cultura.
    já por outro lado, convenhamos, Chico Buarque tb já era há tanto tempo, e com o agravante do seu silêncio burguês Chico perante as atrocidades protagonizadas em Cuba pelo seu líder Fidel Castro e a certas lambanças do eterno Brasil da política partidária – PT incluso, e q nunca muda. e Lulla dá continuidade a toda essa tradição corrupta do nosso país.
    o q é mais nojento no lullismo é escolher apenas a figura, nada virtuosa, diga-se, e não estou aqui defendendo-o pq não o admiro, de Fernando Henrique Cardoso para ser o único culpado de tudo de ruim q aconteceu na história do Brasil. e assim, com esse jogo de cena mesquinho e safado, o PT se abraça com paixão e amores e copula nas coxias com vestais da honestidade nacional – seja ética, patriótica, administrativa etc etc etc etc etc de tipos como Collor, Sarney, Delfim Netto.
    fala sério, Rafael Galvão Bueno… os políticos brasileiros – Lulla incluso, são todos uns grandes de uns picaretas.

  4. Irretocável. Caetano virou uma espécie de Dercy Gonçalves moderna. Os caras abrem o microfone alegremente para ele — sabem que vai sair merda, matéria, repercussão, etc.

    E Dona Canô é minha ídola.

  5. texto muito bom, rafael.

    mas acho triste que tudo sobre caetano na internet vira brecha pra um monte de gente rancorosa vir falar as coisas mais absurdas sobre ele; um ódio — inveja? — inexplicável que existe espalhado por aí. quem acha que caetano “já era a décadas” tá por fora, muito por fora. com os eventuais tropeços, ele ainda é um dos melhores críticos (e músicos) do país.

  6. O Caetano tem uma genialidade quase inquestionével, mas nos últimos anos acabou virando uma espécie de Madonna da música brasileira: fica sobrevivendo de levantar polêmicas.

  7. Colocando os pingos nos is:

    – O Caetano é uma velha choca que só fala idiotices, mas neste caso só falou menos que a verdade. O Lula é cafona, não sabe falar, é grosso, só fala asneiras e envergonha o Brasil sempre que da alguma declaração, tanto que até seu ministro, o Mântega, pede para ele não falar de macro economia; os outros ministros deveriam pedir a mesma coisa sobre assuntos da suas pastas .
    -o Lula só foi “experrrto” ligando para a mãe do Caetano. É a especialidade dele ser vaselina.
    – O Gilberto Gil não fez nada pela cultura, todos do meio artístico e cultural sabem disso. Ë mais inútil politicamente que o Caetano, que já não é nada.
    – O Fernando Henrique é uma besta babona, com dito no texto. E, por ser assim elegeu o energúmeno do Lula.
    – O Rafael Galvão, com a cultura e inteligência que demonstra ter em seus textos, ou está brincando ou é muito ingênuo escrevendo um post destes.

  8. Não. A questão não é se Caetano é ou não relevante culturalmente. A questão é que ele foi grosseiro desnecessariamente. Isso é diferente de gerar polêmica, de chamar a atenção e trazer para o debate para algum elemento relevante da política ou da cultura brasileiras. A relevância cultural de Caetano, ou de qualquer cidadão, não o transforma em guru. O fato de ele apoiar ou não FHC, de Chico apoiar ou não Lula, de o PT se aliar ou não aos partidos fisiologistas, nada disso muda o fato de que ele foi grosseiro, e sua grosseria não é uma análise arguta ou uma crítica consistente da realidade brasileira. É só uma declaração besta. E que ganha repercussão porque as pessoas insistem em enxergar em Caetano um cientista social ou intelectual de peso – que ele não é, nem precisa ser – e porque tudo o que algum famoso diz de agressivo contra o Lula merece destaque na mídia antilulista. Rafael Galvão acertou em cheio. Parabéns.

    Off: Achei curioso um “petista do maranhão” grafar Lula com dois ll e udenizar o debate. Algo não bate.

  9. deixa de ser bobo, ô carlos vianicius. seu discurso é pra enganar trouxa universotário do PCdo B. Lulla se alia a Sarney, Collor, Delfim Netto, Edison Lobão, Renan Calheiros e eu é q sou UDN é??? conta outra, mané.

  10. Bate sim , Vinícius. Algo que talvez esteja relacionado com o nome dele. No nordeste, maranhão é “consolo”. Daqueles que as vuúvas e as mulheres abandonadas têm sempre àmão, na gavetinha do criado-mudo.
    Imaggino a solidão desse rapaz – ele não gosta do caetano, odeia o chico buarque, despreza o fhc e o Lula pra ele é o cão chupando manga… não há no mundo ninguém que mereça seu respeito, affeto ou admiração.
    Desenturmado e sem poder relacionar-se por afinidade com quer que seja, resta-lhe o consolo (ops …) de destilar sua amargura num espaço onde, sabendo-se de antemão indesejável, sente-se como pinto no lixo.
    Coitado do cara, deixa ele se divertir um pouquinho.

    É inofensivo.

  11. Meu querido petista do maranhão

    se você me disser como é que dá para governar este país sem uma maioria no congresso, vou te ouvir com muita atenção. Se você ainda por cima me disser como chegar a esta maioria sem lançar mão desta calhorda toda que você perfilou, ficarei muito agradecido. Nem o PSDB, no governo passado, nem o PT, atualmente, descobriram esta fórmula e tiveram que se conformar em abrir espaços para os fisiológicos.

    Veja bem, não estou defendendo-os. Só quero ouvir suas propostas para a governabilidade.

    E não me venha com histórias do tipo “tinha que partir para o pau”. “Não devia fazer aliança com ninguém”. “Temos que ser puros”. Isto nos levaria até o primeiro mês de governo. O difícil ia ser levar os 95 meses seguintes.

    abs,

  12. como acreditar num cabra q se chama Hélio Jesuíno? mranhão é aquelle estado onde Lulla só fez apenas 3 (TRÊS!!!!) visitas em sete anos mandato. e quem proibe Lulla de pisar no maranhão. quem? quem? kkkkk

  13. Quer que ele vá ao maranhão pra que, mané?!Tu é de lá por acaso?pensa que engana quem, seu cabo anselmo de bosta, provocadorzinho barato?!?! Já tava desconfiado, agora tenho certeza.
    Nem vem, que comigo tu não se cria.
    Procura outro.

  14. Ando mesmo à margem dos acontecimentos recentes. Não me surpreendi com o comentário de Caetano — quem conhece suas últimas feitas não poderia. Mas reação de dona Canô eu não tive notícia.

    O seu texto está, como sempre, fantástico, Rafael.

  15. Você, petista do maranhão. Você proíbe o Lula – e qualquer um – de pisar no maranhão. Porque você é chato pra cacete!

  16. radical livre:

    esse seu papo é manjado. todo petista falla isso. e a calhordice não é minha. apenas lembro daquilo tudo e daquelas propostas todas e daqueles impropérios todos q Lulla e o PT diziam na época da oposição. lembra ou quer que eu desenhe? agora o chato disso tudo é vcs botarem culpa apenas em FHC – q eu nunca votei, e ficar de xoxdó com Sarney e Collor e Renan e Edson Lobão e etc etc etc.

    mas se tudo q vcs fallavam antes era tudo de mentirinha pra gaanhar eleição e enganar os trouxas, td bem. mas´aí vcs enganam o povaréu ignorante mas não enganar o todo da população não.

    pense bem, vc não se olha no espelho e não acha q todo esse endeusamento de Lulla tem uma coisa meio autoritária? exatamente é tudo aquilo q vcs criticavam nos coroné da direita????

  17. Petista do Maranhão

    você não foi para o PSOL junto com o resto do povo da esquerda ‘sem compromissos’ não? tá fazendo falta lá…

    E eu não endeuso ninguém – só acho que a sua crítica não procede. Uma coisa é disputar eleições, outra é governar. Se você não sabe a diferença e se decepcionou com as alianças do atual governo, só tenho uma palavra para você: cresce!

  18. não é nada disso rafael “galvão bueno do lullo-petismo”. quem melhor define o Petista do Maranhão é a realidade política do Maranhão. Lula lá = Sarney kkkkk

  19. Com é que é Radical Livre?

    Uma coisa é disputar eleições, outra é governar? Isso é uma confissão de canalhice crônica. Ou seja: engane, se eleja, depois faça o que der’se der. Isso nào seria “crescer”: seria criminoso.

    Nem eu, que sou anti-Lula, acredito que o mesmo tenha, no fundo da sua alma nordestina, pensado assim. Eu acho que ele não sabia como era a coisa e…

  20. Rafael, apesar politica e moralmente contrário ao petismo, sei reconhecer um bom texto. O post é meio oportunista – fatura em cima da ‘fraqueza’ alheia – mas é bom.

    Aliás, divida os louros com o baiano Caetano, pois só diante de tamanha parvoice não doeu tanto lermos o seu elogio ao autor de Domingo no Parque. Foi licença poética, não foi? Gil, como ministro, até que se saiu um bom músico.

    Anyway, Parabéns!

  21. Quem defende ladrão é por que tem rabo preso…. ja ta na hora de parar de comparar e adotar tolerância zero com esse bando de vagabundo que tomou o país de assalto, ja estamos trabalhando 5 meses ao ano pra pagar impostos, acordem!!! ACORDEM!!! esse país é uma merda graças a esse populismo que impera no país! use seus ótimos textos para proliferar movimentos anti corrupção, agora vão abrir um segunda venezuela… você tem ação na Petrobrás? pois se nao tiver saiba que é livre e isso sim é um país livre, agora usar o dinheiro investido pelo povo para achar reservas e depois fazer outro cabide de emprego… ladrões… mentirosos… leiam a história de grandes autoritarista como hitler e perceberam muita similaridade com a atual realidade… ACORDEM NENHUM POLITICO É DEUS! FHC ja era, ja fazem 7 anos e esse pilantra continua usando o de muleta…. isso é uma vergonha… tudo no governo atual pode no anterior era revolta… ACORDEM!!

  22. daniéis, oliveiras e maranhões: o lugar certo pra voces escreverem é o chiqueirinho dos leitores nos jornalões.
    XÔ, gentalha!

  23. Rafael Galvão para advogado e protetor pessoal do Lula. Vamos fazer campanha! Se alguém falar mal do Lula ou xingar a mãe dele, o Rafael fica sentido e faz um texto defendendo o santo Lula! Perder tempo com Caetano e Lula é o cúmulo do ócio.

  24. por que todo discurso de oposição ao atual governo pela direita tem sempre esse ar de gritaria, de histeria, de “eles estão por toda parte!”? é quase possível ver os caras babando pelos cantos da boca e estrebuchando de raiva no chão…

  25. Pelo teor dos comentários (inclusive do autor do texto), da crítica ou do apoio ao Caetano, só nos é revelada a filiação política do seu autor – e demonstra como ninguém parece até hoje ter entendido Caetano. O que me faz crer que as polêmicas do Caetano continuam sendo necessárias tanto para criar rebuliço, que pode ou não levar à reflexão, quanto para a afirmação de Caetano Veloso como um homem livre, como artista – e isso não é nada novo, minha gente!

    É importante salientar que, se bem me lembro da entrevista, o Caetano ali deixou claro ter tomado uma posição de direita; ao meu ver, ele estava encarnando, dentro de uma coerência (que se sustenta por uma incoerência clássica!) possível com sua personalidade e história, alguém que visse a política por um prisma mais direitizante. O engraçado é que o Caetano sempre pega as pessoas de uma forma que deviam estar manjadas… Mas aí a imprensa dá crédito, afinal vende, o pessoal compra (ou vende), e ele, irônico, deve rir secretamente (ou ao lado do Chico e suas históricas malucas, cada um contando uma melhor!)

    Há poucos meses, recapitulemos, ele tinha elogiado pra caramba o Lula, assim como o FHC, citando ambos numa das músicas do último seu disco. Me parece incrível a capacidade que esse baiano tem de, mesmo sem emitir uma propriamente nova opinião, fazer o público crer que se trata de algo novo, e nisso gerar mais e mais bafafá. Nas músicas é a mesma coisa que ele faz…

    Acho que foi o Antonio Cicero, por sua vez amigo ou admirador ou sei lá o que do Caê, quem veio lembrar o fato de que o Lula tornou-se intocável e merece sim ser criticado, por uma questão interna da democracia.

    Eu, por minha vez, para não parecer que eu cheguei aqui só para encher o saco da galere, nunca votei nem votaria no Lula, mas acho ele uma das figuras públicas mais significativas de nossa recente história; só uma pessoa em plena insanidade seria capaz de discordar que o Lula seja cafona ao falar. Mas é, por outro lado, essa cafonice, essa fala larga, tipicamente brasileira, que o permite se comunicar com o brasileiro, do rico ao pobre, como ele faz.

  26. PERFEITO!
    Lembrando do Romário: fora da música (antiga) o Caetano – de boca fechada – é um grande poeta!

  27. Sempre me pergunto como alguém que consegue criar músicas tão interessantes, consegue falar tanta merda…acho que Miltom Ribeiro acertou em cheio ao defnini-lo, o caso é que jornal vende quando existem factóides ou bobagens barraqueiras contra esse ou aquele.
    Particularmente, votei e aprovo o governo Lula, entendo, porém, que qualquer governo pode e deve ser objeto de crítica ( mesmo porque, essa palavra, em si, não é negativa). O que desprezo são ofensas tolinhas, estilo feio, bobo, pobre, afins. E Caetano ficou por aqui, nas ofensas tolinhas.

  28. “homem livre, artista” ! caramba, ainda tem gente que acredita nessas coisas …

  29. Esse pessoal da direita, que se arvora culto e educado, não resiste à uma baixaria. Incapaz de debater civilizadamente e de manter o mínimo respeito pela figura do presidente da República, opta por disseminar ou aplaudir ofensas grosseiras, como esta do Caetano. Na falta de críticas fundamentadas que poderiam fazer contra o governo, partem para a porrada, para a esculhambação, para o linchamento público. Falam tanto na falta de ética dos políticos, mas são os primeiros a mentir ou a endossar as mentiras veiculadas pelos jornalões – os mesmos que apoiaram o golpe de 64 e continuam até hoje, mal disfarçadamente, ao lado das forças mais conservadoras e retrógradas deste país. Em suma, são pessoas que, no fundo, odeiam o Brasil e o povo brasileiro. São aquela parcela da sociedade que não gostava do Caetano quando ele era gay e fumava maconha, mas que passou a respeitá-lo quando ele encaretou e virou tucano. O mesmo tipo de gente que, ignorando ou menosprezando a gentileza do povo brasileiro, ridiculariza uma senhora da mais alta nobreza como Dona Canô. Como tem gente triste neste mundo…

  30. Rafael, tem uns caras que aparecem por aqui através do tio google, na vã esperança de uma solução para os seus pintos pequenos (como já vimos nas “alegrias…”, eles são muitos) e acabam deixando comentários raivosos em outro post. Ressentimento é coisa típica de desprovidos. Sugiro um pouco de compaixão com os coitados.

  31. esse hélio não quer dar nada além da própria opinião.
    Isto posto, prezado diego, tomo a liberdade de recomendar-lhe um certo recato com essas caetaneadas explícitas. na boa, rapaz, essas história de “como homem livre” tá dando o que falar por aí… cuidado!

  32. Caetano é pra mim um cantor e compositor excelente, um gênio da música brasileira, talvez o melhor entre os melhores. Sou um grande fã de Caetano.
    Dito isso e ainda que defenda a liberdade de expressão, não há dúvidas de que ele sempre ficaria melhor de boca fechada. É uma infelicidade atrás da outra, uma besteira atrás da outra. Dói aguentá-lo falando besteiras inclusive em seus shows.
    Parabéns pelo texto, Rafael!

  33. É só ouvir o Lula falar para se ter certeza de que ele não é analfabeto. Nem burro. Basta lembrar o maravilhoso discurso sobre as vantagens da terra quadrada… Mas, para um país de burros, é um presidente bem adequado.

  34. Perfeito, simples assim. Concordo com você em tudo, principalmente no fato do Lula ser o presidente mais atacado pessoalmente na história. muito bom o blog e o texto é no mínimo íncrivel!

  35. q nada, andre silva. não teve presidente mais atacado do que Collor. tanto q foi impichado. graças ao PT e à revista Veja. e hoje, ó, tái o Collor unha e carne com Lulla. irmãos siameses

  36. Ah, que viadagem do caralho. Que post babaca, que comparações estúpidas.
    Tu que tá cheio de rancor demais, rapazote. Foi só um comentário maldoso.

  37. A propósito: sabe que eu ainda não li nenhuma matéria do novo filho do FHC ? Queria ver uma foto do cara que dizem que se parece mesmo com efeagá….tens alguma dica pra me passar ?

  38. Rafael, você tem a capacidade simples de fazer comentários maravilhosos. O primeiro texto que li de tua autoria, não sei se te lembras, foi sobre a Irmã Dulce. Me repetindo: simplesmente, esplendido. Copiei, colei num editor de texto, coloquei o teu nome lá e o distribuo entre amigos e conhecidos.
    Parabéns pela redação sobre a qual comento. O “analfabeto” está fazendo mais por nosso país e por seu povo vítima de uma das mais brutais concentração de renda que nenhum outro intelectual e refinado seguidor das normas gramaticais, mesmo tendo oportunidades, quisesse fazer.
    Triste Caetano, ó quão dessemelhante!!
    Obrigado.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *