A Força esteja com George Lucas

No meu “canto do Rio” — uma loja de conveniência num posto de gasolina aqui perto, onde vou comprar cigarros de madrugada — me bati com um episódio qualquer de Star Wars.

Eu seria incapaz de negar sua importância para a indústria cinematográfica. Ao lado dos filmes de Spielberg, e incluindo o Superman de Richard Donner, fez a indústria voltar aos trilhos, com uma fórmula eficaz e simples. O cinema já sabia que sua salvação eram os adolescentes.

Mas importância histórica não implica qualidade. E conheço poucos filmes cujo sucesso escandaloso seja tão inversamente proporcional à qualidade do seu roteiro.

A história em Star Wars é, para usar a melhor palavra possível, medíocre. Há elementos em demasia daqueles romances de aventuras do século XIX, e daqueles filmes de aventura da primeira metade do século XX. Não é, sob nenhum aspecto, uma história nova. É apenas um pastiche de situações antigas, disfarçadas sob alguns dos efeitos especiais mais brilhantes realizados até então.

Digamos que Star Wars está para o cinema como Paulo Coelho está para a literatura.

3 thoughts on “A Força esteja com George Lucas

  1. Concordo contigo, Rasti. Mas além disso que você disse, Star Wars conciliou elementos orientais (Yin x Yang = força lado branco e lado negro; capacete de Darth Vader = samurai; espadas seguras por duas mãos; golpes de Kendo e Karatê; Meditação oriental; Mestre oriental [já viu como o Yoda é japonês?], honra, hereditariedade), elementos tirados da mitologia grega e, claro, a fórmula básica do cinema: uma ou duas personagens cômicas, um vilão MUITO bem construído, tensões emocionais, falhas humanas típicas etc. Eu sinceramente adoro Star Wars. :c) Acho que é um mosaico bem engedrado. :c) Abraços, AlterEgo

  2. Acreditam que nunca vi Star Wars? (Mas, como adoro dar palpites, cá estou…) Vi um dia desses na TV o Superman… acho que II. Puxa vida. Quando pequena, achava incrível o filme! E com meus 32 anos, quase caí dura quando percebi como eram rudimentares os efeitos especiais se comparados aos atuais. Ao mesmo tempo, a historinha é cheia de furos, de falhas. (Ou seja, obra-prima para pré-adolescentes de plantão).

  3. logo que saiu para o cinema superman 2 foi assistir, sai do cinema todo empolgado, afinal tinha 14 ou 15 anos.
    quanto star wars sempre gostei dos filmes mais que os jogos feito do seu tema. aliais nenhum jogo de pc de star wars valeu apena ate hoje.

Leave a Reply

Your email address will not be published.