Disneylândia

Já devo ter dito algumas vezes por aqui que me sinto um afortunado por ter podido assistir à televisão nos anos 70.

Não é nostalgia boba de um sujeito mais velho do que parece. É que a programação da TV aberta naqueles tempos era realmente melhor. Talvez por não ser obrigada a nivelar excessivamente por baixo sua programação, já que não tinha a concorrência das TVs a cabo e da internet, a TV aberta conseguia equilibrar razoavelmente apelo popular e qualidade estética: foi nessa época que se firmou o tal padrão Globo de qualidade.

Além disso, a maior parte dos filmes que exibia eram antigos; o que quer dizer que em vez de assistir a espetáculos escatologicamente dementes como Thunderpants, podíamos assistir a “O Gavião e a Flecha”, com Burt Lancaster, bons faroestes com John Wayne e filmes de Jerry Lewis e Charles Chaplin. Assisti a The African Queen pela primeira vez na Sessão da Tarde; duvido que isso seja possível hoje em dia.

E mesmo com tantas opções, Disneylândia era um dos meus programas favoritos. Todos os sábados à tarde, “o mundo maravilhoso de Disney” exibia um filme, às vezes em duas partes. Eram obras dirigidas ao público infantil, e alguns deles, a exemplo de “O Tesouro de Matecumbe”, eram quadrinizados depois e apareciam em revistas como o Almanaque Disney.

(O mais engraçado é que um dos meus sonhos na época era poder ver os desenhos animados de que a Disneylândia exibia trechos [e também o Clube do Mickey, nos fins de tarde da TV Tupi] — ou seja, aquela quantidade enorme de curta-metragens que a Disney tinha produzido ao longo de mais de meio século. Eu já tinha visto alguns no cinema — antes do videocassete a Disney reprisava seus filmes periodicamente —, como “Cinderela”, “A Bela Adormecida” e Mickey and Seal, e alguns na TV, como Pluto’s Blue Note e Bongo, e achava que eram melhores que os filmes a que assistia. No início dos anos 80 meu sonho foi realizado. A Disneylândia deixou de exibir os filmes e se concentrou nos desenhos. Foi a pior coisa que podiam ter feito. Depois de algumas semanas, tudo aquilo se tornou extremamente chato, ao contrário dos filmes exibidos anteriormente. Moral: a gente deve ter cuidado com o que deseja.)

Durante muitos, muitos anos procurei saber mais sobre os poucos filmes de que me lembrava. Uma esperança apareceu com o IMDb, mas ele nunca conseguiu me dar a resposta — até que a anta aqui finalmente fizesse a pergunta certa.

É uma boa sensação reencontrar alguns filmes cujas lembranças lhe acompanharam pela maior parte de sua vida.

Child of Glass, de 1978, é um deles. Conta a história de um menino que se muda para uma plantation colonial no sul dos EUA e tem que encontrar uma boneca para que o fantasma de uma menina possa descansar em paz. Ele encontra a boneca em um vão dentro de um poço. Assisti a esse filme no ano seguinte ao de sua produção, mas não era comum exibirem filmes tão novos. Vi o segundo episódio de A Country Coyote Goes to Hollywood, por exemplo, no dia 30 de março de 1979. Estava sozinho em casa porque todos tinham saído — mas nada me faria deixar de ver a conclusão da história de um coiote perdido nas colinas de Hollywood, filmada em 1965.

Foi com Barry of the Great St. Bernard (1977), no início do inverno baiano de 1980, que conheci a história dos São Bernardos que salvavam vidas nas montanhas da Suíça. Lembro da imagem final, com a estátua que ergueram em homenagem ao cão Barry — só não sei por que a Linha Maginot me vem à memória sempre que lembro dessa imagem. Assisti a esse filme um pouco depois de Fire on Kelly Mountain, de 1973, em que pela primeira vez na minha vida vi um daqueles labirintos para hamsters. Por alguma razão, sempre achei que o ator principal desse filme era Kurt Russell. O IMDb me informou que era Larry Wilcox, que depois faria o John Baker de CHiPs.

Procurar por esse filmes no IMDb me lembrou de pelo menos mais um que vi, mas do qual não guardava nenhuma grande recordação: Charlie, the Lonesome Cougar, de 1967. Isso me lembra que Walt Disney, com todas as críticas que se faz aos seus métodos, fez mais pelo ambientalismo que dezenas de ONGs juntas. Em tempos de Our Common Future, foi graças a filmes como esses e a True-Life Adventure Series (além, claro, de programas como “Mundo Animal” e “Mundo Selvagem”) que a geração que cresceu nos anos 70 passou a ter maior consciência ambiental. Só alguns irrecuperáveis, como eu, continuavam preferindo a idéia de safáris em que caçariam animais selvagens como leões e elefantes, apenas pelo prazer de se provarem capazes de matar animais maiores e mais fortes que eles.

O que fica de tudo isso é o fato de que esses filmes cumpriam uma dupla missão de maneira ímpar: entretinham e educavam ao mesmo tempo. Por causa deles, toda a minha geração estava próxima da história e cultura americanas. Por um lado isso era bom, porque informação nunca é demais; por outro, graças à televisão nos tornamos cada vez mais distantes das tradições brasileiras. De certa forma, perdemos o contato com elementos importantes de nossa cultura como lendas como o saci-pererê e brincadeiras como pião e bolas de gude. A vida é assim mesmo.

Infelizmente não consegui achar um filme específico, exibido no final do primeiro semestre de 1980. Ele contava a história de um menino rico, mimado e preconceituoso que naufragava numa ilha deserta acompanhado apenas por um velho negro. Se não me engano, o menino ficava temporariamente cego no naufrágio. O filme contava como ele virava uma pessoa melhor ao conviver com o velho. No final aparecia um daqueles furacões caribenhos e o velho se amarrava a uma árvore, com o menino entre eles. Protegendo o garoto assim, o velho morria, e nos dias seguintes finalmente chegava o resgate, claro. O filme era basicamente uma variação mais óbvia e boba sobre o bom “Capitão Coragem”, com Spencer Tracy. Nunca consegui encontrar nada sobre esse filme, e ele não consta na relação do IMDb, o que me leva a desconfiar que não o vi em Disneylândia e que não era uma produção Disney, embora tivesse todas as características.

Tudo isso é coisa de cerca de 30 anos atrás. É mais de um quarto de século. As coisas mudaram muito desde então, nem sempre para melhor. Na época Salvador tinha apenas dois canais de televisão, a TV Aratu que retransmitia a Rede Globo e a TV Itapoan, afiliada à Tupi. Hoje há centenas à disposição, mas não me parece que a TV tenha importância tão grande na formação cultural de alguém — até porque Pucca não tem condições de formar nada.

O mais interessante é que se Disneylândia acabou, hoje temos um canal inteiro com a programação da Disney. Mas o Disney Channel não se compara à Disneylândia. Se concentram em exibir produções recentes, provavelmente mais comerciais, como High School Musical e seriados irritantes como Hannah Montana. Isso, claro, faz parte dos novos tempos, e reclamar do novo é que mostra nostalgia boba. Mas acho que não faria mal algum se reservassem um espaçozinho nas madrugadas para exibir esse acervo absurdamente bom que a Disney tem.

79 thoughts on “Disneylândia

  1. Caro Rafael:

    Assino embaixo de tudo que está escrito em seu post e compartilho da mesma saudade.

    Obrigado pelo memento!

  2. Puxa, só agora vi o blog “novo”. 😛

    E vi o post da vitória da eleição. 🙂

    Eu tenho uma coleção de livros da Disney que as ilustrações são de filmes desses antigos que eles produziam. São quatro livros, de capa dura, que eu li e reli demais. A minha Disney é mais da leitura, Rafael. 🙂

    Saí do meu blog – estranho, né? 😛 Quando tiver outro, aviso.

    Um beijo.

  3. child of glass! meu deus! eu lembro dessa história claramente, a menina fantasma chamando/gemendo “alexaaaaaaaaaandreeeeeeeeee” e a quadrinha “está no caixão a assassinada moça/chora em vão a criança de louça/ e quando o espírito deixar a escuridão…”
    esqueci o último verso!

    essa história me arrepia até hoje, e olhe que tanto, tanto tempo já passou…

    • está no caixão a assassinada moça… e chora em vão a criança de louça…e quando for feita essa reunião…o espírito sairá da escuridão…
      nunca esqueçi esse filme!!!

    • Poxa, lembraram até do enigma que o Alexandre tinha que interpretar, heheheh. Achei que só eu lembrava disso. Lembro do Alexandre dançando com a moça fantasma, que tinha apenas uma oportunidade de se materializar de novo e escolheu justamente dançar num baile de época. Muito show!
      Lembro deste citado, do velho negro e do menino, naufrágos. Eles tinham um gato preto ou uma pantera tb, né?
      Outros que me lembro: A VIAGEM DOS PORQUINHOS, O COMPUTADOR DE SAPATO TÊNIS, OS LINCES DA CAVERNA COLOSSAL. E alguns que não me lembo o nome: Aquele da viagem de um pastor e carneiros pela neve, aquele do sino de prata que ficava no fundo de um pântano, com um crocodilo tomando conta. E por aí vai…

  4. Caro amigo, belas palavras sobre esse clássico programa que simplesmente desapareceu das prateleiras das emissoras de televisão. Todavia, sou um inveterado colecionador de películas de 16mm, e tenho a grata satisfação de dizer-lhe que guardo com muito carinho, algumas cópias em VHS e agora já transpostas em DVD, que eu mesmo telecinei anos atrás.

    Se quiser manter contato a respeito, escreve prá mim.

    Grande abraço

  5. A propósito….não podemos nos esquecer que aos sábados à tarde, logo depois vinha a familia Walton, na série OS WALTONS. Quanto a DISNEYLÂNDIA, mais detalhadamente escrevendo…as cópias que preservo, não se trata dos filmes lançados em DVD da Disney, e sim, episódios da série, inclusive alguns com a presença de Walt Disney abrindo aqueles livros de sua biblioteca maravilhosa. Todos preservados com a dublagem antiga da televisão brasileira na época.

    Um abraço

  6. “Está no caixão da moça assassinada, chora em vão criança de louça, quando for feita a reunião, o espirito saira da escuridão”…
    Nossa, q saudade da minha infancia

  7. schmidt :
    Caro amigo, belas palavras sobre esse clássico programa que simplesmente desapareceu das prateleiras das emissoras de televisão. Todavia, sou um inveterado colecionador de películas de 16mm, e tenho a grata satisfação de dizer-lhe que guardo com muito carinho, algumas cópias em VHS e agora já transpostas em DVD, que eu mesmo telecinei anos atrás.
    Se quiser manter contato a respeito, escreve prá mim.
    Grande abraço

  8. Schmidt,

    Tenho interesse em comprar cópias em DVD de filmes antigos da Disneylândia, por favor, entre em contato comigo e me informe os filmes que você tem em seu acervo.

  9. Caro Rafael, vc não imagina minha alegria em encontrar finalmente o nome do filme que por muitos anos permaneceu em minha memória, child of glass, ainda não sei como vou consegui-lo, mais estou tão feliz!!!!!!!! Quando era bem pequena meu pai e meus irmãos estavam assistindo esse filme, mas como disse eu era pequena e acabei adormecendo no colo de meu pai e não sei qual foi o final….. por muito tempo algumas imagens que ficaram gravadas em minha memória voltam a tona, mas eu nunca soube o nome do filme. Muito Obrigada! Caso vc saiba onde posso encontrá-lo agradeço, Elisângela.

  10. Cara, vc não imagina quanto tempo faz que estou atrás de alguma informação sobre o filme “Child Glass”…na verdade, desde 1977 quando asssisti na Disneylândia, rsrsrsrs.
    Bem, eu não sabia que o título era esse, mas o enigma “no caixão da assassinada moça, chora em vão a criança de louça e quando for realizada a reunião, o espírito sairá da escuridão”, esse eu nunca esqueci.
    Valeu, vou atrás do filme agora.

  11. Child of Glass eu assisti……..era guri, e na época me fiquei “apaixonado” pela menina fantasma.
    Outro que não esqueço contava a história de um garoto e um texugo. Há ainda a história do monstro do pântano que era o pai de um dos protagonistas…..bons tempos, áureos tempos…“Está no caixão da moça assassinada, chora em vão criança de louça, quando for feita a reunião, o espirito saira da escuridão”… que grande saudade……grande abraço amigo por me lembrar dessa época…..

  12. Realmente os filmes Disney exibidos no antigo programa Disneylândia, deixaram saudades.E o pior: a grande maioria não se encontra em dvd aqui no Brasil.

  13. Deixo aqui meu e-mail:tioze.artes@bol.com.br, para que os fãs das aventuras, comédias e documentários Disney (anos 60 e 70) entrem em contato comigo.Tenho muitos filmes gravados da TV, os quais poderíamos trocar.

    @José

  14. Bom, pra começar eu ultimamente tive uma febre nostálgica, e começei a procurar filmes e séries antigas na net.
    Acabei achando o seu blog, porque perguntei para minha mãe qual o filme que ela se lembra de ter assistido assim que compraram sua primeira TV, e ela me falou sobre este filme do menino no naufrágio.
    E pesquisando encontrei a seguinte indicação no Wikipedia:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Captains_Courageous

    Mas não estou certo se é este.

  15. Prezado Rafael.
    Muito oportunas e prazerosas as lembranças que vc suscitou.
    Compartilho aqui da alegria de alguns em se deparar com o filme “Child of Glass”, que aliás devo dizer fiquei enciumado, pois também me apaixonei por Inês, aquela fantasminha, se é que ainda me lembro seu nome.
    A quadrinha se repetiu feito um mantra na minha cabeça durante muito muito tempo. Lembram da música que ela entoava? eu lembro. assim que descobrir o nome eu posto aquji… é muito conhecida. Obrigado pelas lembranças, mais uma vez, caro Rafael. Quanto aquele filmr sobre os dois náufragos. Também vi. Lembro que o senhor de cabelos grisalhos (negro) chamava o rapazinho de “patrãozinho” e se não me engano o senhor morreu de uma febre alta que lho acometera – lembro da cena dele segurando a cabeça, gritando de dor e entrando na água do mar de forma lancinante. Salvo engano esse filme passou domingo a tarde e não sábado. Talvez no mesmo espaço onde passou um filme de um rapaz que sobreviveu a uma queda de avião e ficou temporariamente cego, sendo ajudado por um cão. O nome do filme era ELMER, não lembro se esse era o nome do cão.

    • Elmer era o nome do cao e título do filme.
      Quem sabe me dizer o nome do filme, no qual um menino viajava com um foragido da polícia?
      Aparentemente a história era ambientada na Austrália, ou o menino era australiano…nao lembro ao certo.Mas lembro que tal menino tinha o sobrenome Barney, e ele tinha um tatu de estimaçao.

  16. Bom, já que o assunto é nostalgia. Lembro de “O Pássaro Azul” que passou em sessão da tarde, naqueles idos dos anos 70, eu era bem moleque, um 8 ou 9 anos, acho. Nossa, esse filme marcou demais. Achei no youtube aquela cena do céu, em que as crianças são chamas à reencarnação. Muito legal, além da pertinência do tema. http://www.youtube.com/watch?v=idECVxNvmv8

  17. Caro Rafael, encontrei essa matéria sua procurando filmes antigos, que lembranças boas, como seria bom se a Disneylandia voltasse nos mesmos moldes. Estou tentando encontrar um filme em que um cãozinho se perde na floresta e encontra um texugo, e tornam-se amigos, o cão volta pra casa, e passado algum tempo, o cão retorna a floresta procurando pelo texugo, o encontra com filhotes, e o texugo não o reconhecendo o expulsa. É tudo que lembro, só sei que chorei muito, rsrsrsrs. Se vc puder me ajudar vou deixar meu e-mail: jairsleite@hotmail.com, abraços.

  18. Sempre converso com pessoas que adoram os antigos filmes Disney.É uma pena que não possamos encontrar em dvd, aquilo que nos EUA já existe há muito tempo.Basta visitar o site da Amazon.con (todos os filmes Disney que adoramos, existem lá em dvd).

  19. Eu assisti a este filme e era menina e do que eu me lembro o enígma era asim: Está no caixão a assassinada moça… Chora em vão criança de louça… A meia noite…

  20. Por favor, ajudam-me, a quase 30 anos mais ou menos procuro saber o nome desse filme, e hoje graças a Deus encontrei esse site onde alguem um dia tbm assistiu a esse filme, estou cadastrada em uns 5 ou 6 sites de busca por filmes antigos, e nesse site foi onde a minha esperança voltou a crescer, alguem sabe por favor me dizer o nome do filme do garotinho e do velho que naufragaram numa ilha, lembro-me que ele se chamava Timoty e o garoto Feliph. Ahhhh que tempo bom que naum voltam mais, agradeço a qm possa me ajudar, me mandem e-mail , qqr coisa mas, preciso saber o nome do filme , pois qdo assisti com minha mae(in memoria) eu era uma criancinha de 3 ou 4 anos naum me lembro bem…desde de ja agradeço do fundo do meu coraçao !!!!!!

  21. Oi gente! Lindo site! Belas lembranças, sejam lá de nossas infâncias ou adolescências (no meu caso, foi esssa última). Acredito que ainda hoje continuo sendo uma criança, apesar de meus + de 50. Assisti um filme certa vez na seção DISNEYLÂNDIA, era sobre uns estudantes que tentavam descobrir uma fórmula para a invisibilidade. Numa tempestade, houve um problema elétrico (curto-circúito), e aí desceu uma gosma no laboratório, misturando ao experimento dos rapazes e aí BINGO! A descoberta estava feita. Lembro-me dos óculos de um deles que caiu no líquido e desapareceu, na realidade só ficou invisível. Lembro-me também que, a fórmula só funcionava se a pessoa estivesse seca, se molhasse, pronto acabava a invisibilidade. Foi uma comédia prá lá de legal. Se alguém tiver notícias, nem que seja apenas o nome do filme, por favor me escreva. Meu e-mail. virginia@stetnet.com.br.

  22. Rafael Galvão,adorei e concordo plenamente com tudo.Os filmes hoje nem se comparam com os da Dineylandia.O que é pior os de hoje com excessão de alguns,são tão violentos que temo a normalidade da violência.
    Os filmes antigos eram muito mais saudáveis a psiquê humana.

  23. Por favor, ajudam-me, a quase 30 anos mais ou menos procuro saber o nome desse filme, e hoje graças a Deus encontrei esse site onde alguem um dia tbm assistiu a esse filme, estou cadastrada em uns 5 ou 6 sites de busca por filmes antigos, e nesse site foi onde a minha esperança voltou a crescer, alguem sabe por favor me dizer o nome do filme do garotinho e do velho que naufragaram numa ilha, lembro-me que ele se chamava Timoty e o garoto Feliph. Ahhhh que tempo bom que naum voltam mais, agradeço a qm possa me ajudar, me mandem e-mail , qqr coisa mas, preciso saber o nome do filme , pois qdo assisti com minha mae(in memoria) eu era uma criancinha de 3 ou 4 anos naum me lembro bem…desde ja agradeço do fundo do meu coraçao !!!!!!

    paula_v_ferraz@hotmail.com

  24. Meu Deus! Achava que era só eu que lembrava dos versinhos “está no caixão a assassinada moça…” mas mesmo assim recorri ao google e achei seu post! Nunca conseguiria me lembrar do nome do filme sozinha! Valeu!

  25. olá, gostaria de saber se alguém tem o filme child of glass lengendado ou dublado. Estou bastante interessada na aquisição desse filme. Quem tiver pode mandar um email para flah.adv@hotmail.com

  26. oi,gostaria de saber como encontrar o filme child of glass,ja faz algum tempo que estou procurando mas ñ estou tendo muito sucessose alguem souber por favor entre em contato pelo meu e-mail nyll_alves@yahoo.com pode ser dublado ou legendado,ai que saudades da disneylandia

  27. Oi pessoal….
    Adorei encontrar tantas recordações aqui…. Meu Deus! Que saudades! Não lembro de tantos filmes como vocês, era bem pequena, más um me marcou em especial: A CASA AMARELA. Passou em Disneylândia, naquelas tardes de sábado lindas chuvosas, que não voltam mais… Lembor que foi exibido em 2 ou mais sábados, mas não consegui acompanhar tudo,,, a energia acabou uma certa vez…. Até hoje tento imaginar o final….Que saudade….. Aguém, por favor, sabe alguna coisa deste filme. Obrigada! P.

  28. ok. o filme do negro e o garoto na ilha se chama: The Cay, pouca info a respeito, filme pra tv, 1974, sem titulo em portugues, bem dificil de achar por aqui. Mas tambem procuro por ele a algum tempo. Recordações da sessão da tarde. abs

  29. Child of glass de 1978, e eu só tinha quatro anos na época, ainda me lembro se alguém tiver ele para download ou mesmo em dvd por encomenda eu agrdeceria. Também estou a procura de ANNIE (musical de 1982, a menina é orfã e depois é adotada por um milionário). Alguém sabe me informar o nome de outro filme da disneylândia, eram dois homens faroeste e eles eram fantasma também, não lembro muita coisa, só de ficar rindo na frente da tv que nem era colorida.
    Outro filme que gostaria de lembrar o nome, acho que foi na escócia tinha diques, else romperam e inundaram uma cidade. Outro filme era de uma garota que ia fazer um pique nique com os amigos numa ilha e ela fingia ser o “Robison Crusoer”

  30. Adoraria conseguir rever Capitão coragem na versão para TV de 1977 com Jonathan Kahn…

  31. Gente nunca eu também assiti esse filme child of glass quando era criança.
    Lembro certinho do poço!
    Nunca imaginei que tantas pessoas assim tinham visto esse filme, e que depois de tantos anos
    eu ouviria falar dele de novo.

    Com certeza esse site vai para os favoritos.

  32. Vcs deveriam formar um clubinho, e eu quero não quero ficar de fora, lembro de um filme, em que um garotinho tocava uma flauta e uma cachoriinha dançava, se não me engano o nome era “Pablo e a Chyuahua dançarina” (me corrijam se estiver errado), nunca mais vi, mas jamais esquecerei. donizetti.queiroz@hotmail.com

    • Boa tarde Pedro,nossa que saudades…Pablo e a chihuahua dançarina foi o quinto filme de Disneylândia.Foram em duas partes na temporada inicial ,em 1973.Muito legal mesmo…gde abraço..

  33. Sendo grande admirador dos filmes Disney, deixo aqui os meus cumprimentos pelo site e te convido a visitar o meu:www.adoraveisfilmesdisney.blogspot.com

  34. Legal o seu texto…
    Alguem lembra o nome de um dos filmes que tinha uma turma de amigos, brincava de bicicleta e se envolvem em uma ação contra uns bandidos, um deles tinha um fusca conversivel, e tem uma cena que eles empurram um monte de pneus que rolam em cima do bandido???

    • Boa tarde…a vc Cláudio Oliveira e também ao Rafael Galvão por permitir escrever sobre esta época mágica da série Disneylândia.Seria este filme que vc escreveu :”pega ladrão”,apresentado em duas partes na temporada 03(1976)?!se foi o mesmo,trabalhou neste filme a linda Kim Richards…muito bacana mesmo,um dos meus preferidos…abração .

  35. CLAUDIO, CARA TÔ LOUCO TAMBÉM ATRÁS DESTE FILME, SE ALGUÉM TIVER UMA PISTA ME COMUNIQUEM POR FAVOR e-mail : jotasantos1@yahoo.com.br

    e o filme do negro e o menino na Ilha…lebro-me perfeitamente dele , donde poderei encontrà-lo…

  36. Olá galera da geração Disneylândia.
    Adorei este site. ele foi fundamental para que pudesse lembrar o título do filme que há muito tempo vinha procurando: child of glass.
    Em português o título de certo seria: criança de vidro; esse era o problema. Era isso que buscava. Mas, insistindo, acabei por achar o filme completo no Santo Youtube. É verdade que a qualidade não é a mesma, mas é traduzido em português. O título no Brasil é: o menino que falava com fantasmas.
    Abaixo segue o link que disponibiliza “o menino que falava com fantasmas” assim como os filmes, o sétimo selo e pássaro azul, ambos raros e completos!
    Valeu moçada….. dos bons tempos que não voltam mais, mas podem ser revividos sim!

    http://www.youtube.com/watch?v=aPf08N-3jik&feature=related

    Professor Eylan Lins

  37. procuro por um filme gue assiste na seçao disnelandia um rapaz caçando com seus caes perdigueiros se perde num pantano e encontrado por um homem que vivia la se nao me engano o nome do filme era o monstro do pantano se alguem tiver ou ja assistiu fale comigo grato felipe martins

  38. Pessoal outro filme que não me sai da memoria chama-se o “menino e o texugo” o emnino se perrde e o texugo o ensina a voltar para casa, háhhh lembro-me também que o menino chama-se Benjamim, e no final o texugo morre por um tiro de um caçador de peles. uém tem a alguma pista deste filme….recordar é viver… (eng.saudeeseguranca@gmail.com)

    PS: TENHO O FILME O MENINO QUE FALAVA COM FANTASMAS DUBLADO ,QUALIDADE BOA, SE ALGUÉM QUIZER ME ENVIE O EMAIL..

    • gostaria de vê esse filme novamente ELMER 1978 O MENINO QUE FICAVA CEGO NUMA ILHA E ERA AJUDADO POR UM CACHORRO VALEU!!!!!!!! MAURICIO ASSISTI NA GLOBO NA DÉCADA DE 80 MUITO BOM !!!!

  39. O filme titulo original chamase “CHILD OF GLASS” EA CHO QUE DÁ PARA ENVIA-LO POR E-MAIL…

    QUANTO AO VELHO E O MENINO NAUFRAGOS EM UMA ILHA, AINDA NÃO CONSEGUI, SE ALGUÉM O CONSEGUIR ME AVISE POR FAVOR …

  40. Também tenho boas lembranças da Disney e muitos outros filmes de outras produtoras.Eles eram bem melhores que os filmes infantis de hoje em dia, com toda certeza. Aqui em Manaus, se não me engano também só havia dois canais de televisão, e ao que parece as emissoras não se preocuparam muito em documentar quais programas infantis foram apresentados no período dos anos 60 a 80,pois quase nada consigo pesquisar.Acho que nossas emissoras deveriam se preocupar mais um pouco a respeito disso, pois faz parte de nossa cultura.

  41. Ual!!!!!!!!!! Child of Glass??? Então é esse o nome do filme que eu sempre quis saber e que hoje com 41 anos de idade as 00:26 h eu venho descobrir? Muito legal!!!! Eu assisti só o primeiro episódio, perdi o último, 🙁 Obrigada por postar essas informações. A TV naquele tempo era bem melhor. Bjs

  42. POR FAVOR ME A DESCOBRIR UM FILME Q FOI EXIBIDO NA TV ARATU ENTRE ANOS 70 OU 80, O NOME SE PRONUCIAVA “MOSTS QUER”. ERA UM HOMEM BRANCO DE OCULOS Q EU ACHO Q ERA MICHAEL KEY E OUTRO NEGRO DE CABELOS ALTO COMO TONE TORNADO.
    ME AJUDE MATAR SAUDADE! DESCULPE OS ERROS.

  43. Achava que era só eu que gostaria de rever os filmes da Disneylândia.
    Se você tiver alguma copia em DVD, gostaria de comprar
    Lembro de um filme com um puma, mas infelizmente não lembro do nome
    Poderiamos fazer uma lista com os nomes dos filmes, ficaria mais facil para achar na internet

    • Boa tarde Helder.Também gostaria de rever esses filmes,tá difícil achar.Só para curiosidade,mas talvez possa ajudar a série estreiou num sábado 18 horas em 1973 com o filme:o cão que se julgava guaxinim,em seguida:uma aventura em côres,e o mundo da matemágica;depois:os cento e um problemas de hércules;depois: a gralha tintinha e finalmente o primeiro em duas partes:pablo e a chihuahua dançarina…e por aí vai numa lista cheia de saudades…grande abraço.

  44. Boa tarde!

    Por favor quem tiver em DVD esse filme Child of Glass ente em contato comigo.

    No aguardo, Jocilda Santos

  45. BAH,GURI!!!! Há anos procurava o nome do filme q marcou minha infância Child of Glass.Ainda bem q encontrei este teu artigo.Faço minhas as tuas palavras e ” brigadão”.

  46. Olá Rafael por um acaso vc lembra o nome de um filme em que uns garotos construíram um monstro tocado a pedal igual bicicleta e navegavam por um riacho ou pântano?Grato

  47. E ai bando de coroa, que época legal foi a que vivemos, muitos saudades de tudo que passava na televisão, e é muito legal que tem gente com o mesmo sentimento.
    Lembro de muita coisa, Tunel do tempo, Perdidos no Espaço, e como esquecer dos heróis marvel, cada dia passava um, começava com Hulk, Namor, capitão América, Thor e na sexta Homem de Ferro. Abçs a todos.

  48. Parabéns pelo texto do seu blog, meu caro Rafael. Não sei se você tem apenas a versão com áudio em inglês do filme da Disney “Child of Glass”, de 1978, mas eu tenho as duas versões: original em inglês e a dublada (raríssima) em português exibida pela TV Globo. Caso queira fazer algum intercâmbio, entre em contato comigo via e-mail, ok? Até breve!

  49. Rafael, muito boas suas reminiscências. Compartilho também dessas ideias. Em relação ao filme do menino rico que se torna náufrago e cego, numa ilha perdida, e acompanhado apenas por um velho negro, ele é de 1974 e se chama “THE CAY”. Você pode encontrá-lo no youtube, no seguinte endereço:

    http://www.youtube.com/watch?v=R-310Sc8bg0

    Esse filme é muito interessante!

    Um abraço.

    • como faço para assistir ao filme ELMER 1976 COMPLETO O TÍTULO EM PORTUGUÊS É ESSE MESMO MAURICIO VALEU!!!!!!!!!!!

  50. Child of Glass, de 1978, Marcou minha infância, passou na Disneylância na Globo, ainda nos anos 80.
    Obrigado, sempre quis rever esse filme e não sabia o nome!

  51. Acho que o título do filme do garoto cego com o velho negro , é : ” The Cay”. Filme de 1974

  52. esse do velho e o menino eu me lembro. era bem interessante .acho que passava na sessão da tárde. gostaria de saber de dois filmes que passavam na disnelândia dos anos 70,80 . um era sobre crianças esquimós perdidas que tentavam encontrar o caminho de volta( acho que assim era história) e outro era de um rapaz que cria uma amizade com tigre . eu me lembro que o rapaz tinha sido ganhador do oscar de melhor ator coadjuvante.

  53. Obrigado Rafael Galvão por permitir escrever aqui sobre DISNEYLÂNDIA,uma época maravilhosa de minha vida…DEUS te abençoe.

  54. Assisti Timoty e Patrãozinho. Eles ficaram 21 dias na ilha. Cheguei a essa página procurando esse filme. A única referência era esse comentário.

  55. Para os fãs dos antigos filmes Disney, quero contar que no youtube há muitos desses filmes, porém em inglês.Digite o título original, mais FULL MOOVIES.Você poderá encontrar muitos títulos.Sendo colecionador dos antigos filmes Disney, convido-os a visitarem o me blog:www.adoraveisfilmesdisney.blogspot.com

  56. Prezado Rafael,

    O filme Child of Glass, em portugues era O Menino que falava com fantasmas e tem no You Tube. Fiquei anos tentando encontrar e graças a você que colocou o título em inglês junto com o resumo isso foi possível….Amo esse filme!!!! Obrigada

  57. oi rafael . o filme do velho e o garoto na ilha se chama em inglês ” the cay ” . um filme de 1974 produção para tv , com james earl jones , que nem era velho assim , ele tinha 43 anos na época ,deve ter siso a maquiagem , eh eh eh. bom filme eu sempre assistia. no youtube tem o filme todo . mas acho que em inglès

  58. Child of Glass virou “O MENINO QUE FALAVA COM FANTASMAS”, que vi na Rede Globo em dois sábados de 1980. Trinta anos depois consegui o DVD DUBLADO!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *