Iara Iavelberg

Hoje ela deveria ser exumada, para que pudessem comprovar a causa de sua morte.

Segundo a versão oficial, ao se ver cercada em um apartamento em Salvador, Iara (namorada de Lamarca, e na época grávida) teria se suicidado. Ninguém jamais pôde comprovar essa versão, porque ninguém foi autorizado a abrir seu caixão.

Entretanto, há muito tempo conheço outra versão, passada por alguém que a teria ouvido de um dos participantes do cerco.

O banheiro onde ela se trancou foi metralhado pela repressão, a ponto de não sobrar quase nada da porta. Seu corpo, obviamente, não ficou em bom estado. Mas por um desses milagres da vida, seu rosto, belíssimo, continuava intocado.

Agora, 30 anos depois de sua morte, vai-se finalmente saber a verdade. E vamos ver como andam minhas fontes.

5 thoughts on “Iara Iavelberg

  1. O difícil é convencer os judeus ortodoxos de que é preciso fazer a exumação… alguns acreditam que “não se deve perturbar os mortos judeus”, sob nenhuma hipótese. E a Iara foi enterrada como suicida, o que a tornaria uma pária, entre os judeus. Enfim, esperemos que essa história termine agora.

  2. Regime militar? HORRÍVEL, HORRÍVEL, HORRÍVEL, HORRÍVEL… E HORRÍVEL. (E ainda hoje tem gente babaca que fala que gostaria de voltar àquela época. Se houver reencarnação, torço para que venham na pele de vítimas de tortura, pra ver o que é bom pra tosse. Bom pra tosse? Ser morto durante uma sessão de tortura é ótimo. Afinal, morto não tosse, né?)

  3. Olá, estava lendo seu blog, qual foi o resultado da exumação, sempre acreditei que ela havia sido assassinada sim.

    Mudando de assunto, imagina ela viva nesses dias, ela que já namorou o Jósé Dirceu iria ficar desapontada com tudo que anda acontecendo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.