Um pouco de ufanismo

A gente reclama de estrangeiros esquisitos, mas o Brasil tem sua cota.

Esta moça, por exemplo. Tem mais piercings no corpo do que eu tenho em reais na minha conta bancária. Há dez anos fora, mora em Edimburgo e diz que não volta ao Brasil por ter medo de ser assaltada. Só fala em inglês, dizendo que não se sente mais à vontade falando português.

Cada um vive como quer, mas tenho uns comentários a fazer. Primeiro, se ela esqueceu o português é porque nunca soube. Era analfabeta aqui, e provavelmente agora é analfabeta em inglês.

Segundo, que ela não fique com medo. Embora não faça falta, pode voltar ao Brasil. A gente não a agrediria, não. A gente só não pode garantir controlar as risadas e o deboche diante dessa coisa bisonha que é a sua cara.

(Se bem que, dando uma olhada atenta à foto da moça, fiquei com a impressão de que talvez os piercings a deixem mais bonita…)

6 thoughts on “Um pouco de ufanismo

  1. Cada um tem o conceito de atraente que lhe convém, quanto ao fato dela retornar ao Brasil acredito que poderia fazê-lo tranquilamente, pois garanto que qq meliante a associaria com seu pior pesadelo, ou a pior das assombrações e fugiria na direção contraria. Porém, olhando mais atentamente, até que o cabelereiro da moça é competente….rs….

  2. Ai, Tuzi… Deixa a moça querer ser feia e esquisita! Pra que esmurrá-la? Ela não está te prejudicando nem nada… 😉 (e cuidado: ela é viciada em dor. uma boa de uma esmurrada faria a moça se apaixonar por você. e sinceramente… acho que sexo com alguém que tem 500 piercings pela dita cuja afora é meio complicado.)

  3. Gente… Fico imaginando como essa figura consegue fazer uma higiene bucal digna de respeito com tanto buraquinho na língua. Cada furinho adornado por um piercing deve ser um planeta de bactérias. Ai, como deve feder!

Leave a Reply

Your email address will not be published.