Nossos campos de concentração

Costumamos falar da hipocrisia americana em relação à liberdade; não cansamos de execrar o racismo deles.

E no entanto a gente esquece dos campos de concentração que Brasil criou durante a II Guerra Mundial, como Tomé-Açu para os japoneses, e no resto do país para alemães e italianos. Em Pernambuco foram forçados a trabalhar nas indústrias da família Lundgren, aquela das Lojas Pernambucanas.

Os americanos perseguem, mas depois discutem o assunto. A gente persegue e depois todo mundo finge que não aconteceu nada. Afinal, este é o país da tolerância, onde todos somos iguais.

2 thoughts on “Nossos campos de concentração

  1. não abre mais o link ..
    tbm, olha a data (do post e do coment)
    mas como eu ja te disse, onde é que eu ia buscar uma informação como essa aqui?
    onde é que se divulgou, ou se divulga, isso q vc diz aqui, nesse país
    pois é
    😉

Leave a Reply

Your email address will not be published.