Marte I

Olhe bem.

Isso é Marte.

É pior que a pior cidade que você já conheceu.

É pior que o Saara, Atacama, Gobi e o Raso da Catarina juntos.

É um buraco inóspito, monocromático e pedregoso no meio de um sistema solar insignificante.

Marte, meu amigo, é um nada sem a mínima graça, sem nenhum atrativo.

É o último lugar onde você gostaria de passar suas férias. Se você morasse em Marte dedicaria sua vida a tentar achar uma saída, com mais urgência do que tentaria fugir do inferno.

Foi com isso que a imaginação universal perdeu seu tempo durante um século?

6 thoughts on “Marte I

  1. Ah, vamos colocar a imginação para trabalhar. Talvez Marte tenha alguma camuflagem para afastar possíveis visitantes da Terra, esses seres burros e chatinhos que somos. Sei não… Acho que isso é uma ilusão visual. Aposto que o planetinha está cheio de verdinhos comendo, bebendo, fazendo a maior suruba… Nós apenas não vemos. Afinal, eles não vão querer dividir esse paraíso com a gente, né?

  2. Preferia o tempo em que “Marte” era algo fabuloso,visto e escrito pela enorme imaginação de Issac Asimov!

  3. …Pessoa Rafael, eu me referi ambiente, foi um jeito de(…) Como posso dizer(…) É… especial, seu blogger realmente é muito original, e já que vc entá acostumado com “ambientes” estranhos, então faça uma visitinha no meu tbém…………

Leave a Reply

Your email address will not be published.