O primeiro mártir da Brigada Humphrey Bogart

A Brigada Humphrey Bogart, destacamento revolucionário que luta pela liberdade individual de desenvolver um enfisema, tem o seu primeiro mártir.

Um canadense de 73 anos foi condenado a 1 ano e 8 meses de prisão, a serem cumpridos em uma prisão estadual onde é proibido fumar. Em vez disso, ele preferiu pegar 2 anos para ser enviado a uma penitenciária federal, onde poderá fumar seu maço diário.

É mais um exemplo de martírio e de perseguição. Tecnicamente, Angelo Foti está cumprindo 4 meses de prisão pelo crime de fumar.

Que esse grande homem não se preocupe. Sua memória será honrada pelos tempos que virão. Ao acendermos nossos cigarros, nossos charutos e nossos cachimbos, vamos reverenciar a memória deste grande homem, o primeiro mártir em um mundo restritivo e cerceador da liberdade.

Leave a Reply

Your email address will not be published.