Inté, cabocla

Fiquei sabendo que a novelinha mais simpática dos últimos tempos vai acabar.

Nos últimos meses venho acompanhando “Cabocla” pelo seu site na Globo. Chego lá, vejo as sinopses dos capítulos e pronto, já sei o que acontece. Com uma semana de antecedência. Gosto de sinopses desde os tempos em que escrevia um programa de rádio sobre TV — o que é engraçado, porque normalmente não assisto TV. A gente ganha a vida de umas formas esquisitas.

Mas ontem parei para assistir, coisa que não faço há tempos (por exemplo, fiquei sabendo que a novela das 7 se chama “Começar de Novo”. Eu ainda estava nos tempos do Paco). Ontem vi um capítulo, pela primeira vez em muito tempo; no último a que assisti, depois de outro tanto longe, Tobias queria dar uma chifrada em Luiz e Tomé ainda estava vivo.

Duas boas surpresinhas: a atuação perfeita de Cosme dos Santos, que deixou para trás os tiques de tiziu, de estereótipo do criadinho negro, e se tornou um grande ator, maduro; e o fato de que a novela continua com o mesmo equilíbrio doce com que começou. “Cabocla” só tem um defeito: uma abertura ruim com uma música fraca. Agora percebi que talvez não seja a música o problema — embora faça falta o vozeirão de Nelson Gonçalves cantando que seu olhar está me dizendo que você está me querendo. O problema é que imagem e música parecem eternamente divorciadas por diferenças incorrigíveis. Mas no geral a novela parece ser melhor que a primeira versão, apesar de eu lembrar quase nada dela.

E a Ritinha, meu Deus. A Ritinha é uma coisa. Uma coisa. No capítulo de ontem ela casou com o Chico, e os corações de todos nós se aqueeceram um pouquinho. É mais um motivo para eu gostar da novelinha que não assisto. O Chico é a redenção dos feios e dos bobos. Porque se até ele pode casar com a Ritinha, então todos nós, que a despeito da realidade não nos achamos nem bobos nem feios como o Chico, então todos nós temos salvação.

6 thoughts on “Inté, cabocla

  1. Nada como um feriado em plena terça-feira para nos fazer assistir um capítulo da novela das seis…rs
    Em tempo:
    Sou mais a cabocla!

  2. Achei que acompanhava a tal novela só porque via uns dois capítulos por semana (ou pelo menos trechos de alguns capítulos), mas, você sabe muito mais que eu… Eu nem sei quem são Chico e Ritinha.

  3. Cabocla eu nunca vi, nao. Mas entro no site da Globo pelo menos uma vez por semana, atras de receitinhas da Ana Maria Braga…Hmm, ta bom, vou falar a verdade: pode me perguntar, eu sei tudo o que acontece em Senhora do Destino tambem.

  4. Meu pai adora essa novela.. Aliás, eu tô falando basicamente de novelas num post do meu recém criado espaço.. (que não deve durar muito tempo..)

Leave a Reply

Your email address will not be published.