A Criação da Xoxota

Sete bons homens de fino saber
Criaram a xoxota, como pode se ver:
Chegando na frente, veio um açougueiro
Com faca afiada deu talho certeiro
Um bom marceneiro, com dedicação
Fez furo no centro com malho e formão
Em terceiro o alfaiate, capaz e moderno
Forrou com veludo o lado interno
Um bom caçador, chegando na hora
Forrou com raposa a parte de fora
Em quinto chegou sagaz pescador
Esfregando um peixe, deu-lhe odor
Em sexto, o bom padre da igreja daqui
Benzeu-a dizendo: “É só pra xixi!”
Por fim o marujo, zarolho e perneta
Chupou-a, fodeu-a e a chamou de boceta

(Por favor, quem quer que tenha escrito essa pequena maravilha poderia se identificar?)

(Merda, lá se foi meu BLOGPRACUMÊMULÊ.)

51 thoughts on “A Criação da Xoxota

  1. Ah, pelo menos você não finge ser o que não é só “pracumêmulé”! E o poeminha é engraçado – as mulheres não vivem dizendo que gostam de homens engraçados? 😉

  2. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Seja lá quem foi que inventou… SHOW!!

    E calma que seu “BLOGPRACUMÊMULÊ” ainda não faliu por causa disso!!!

    Mas não exagera…

    Beijão

  3. é só não se voltar pras de 30.

    Foi o doni? Aquele que escreve aquelas coisas lindas?
    Não acredito!!

    Beijoca.

  4. Ahh Rafa…você escreve coisas tão lindas, praticamente um Bocage do séc XXI…

    Me come?

    hauahahahhaha….genial o poeminha. A xoxota merece poema, ora essa!

    beijos

  5. Hehehe…
    Já havia lido em algum lugar e tbém sei lá que escreveu essa “maravilha”.
    E foi só terminar de ler,para chegar à mesma conclusão do Ivan:
    -Marujo esperto esse!

  6. Rafael meu caro, não te preocupa com uma possível “perda” de efeito do blogpracumêmulé, por que como meu velho pai já dizia:
    – O que é a poesia, diante de um “vem cá minha nêga”.

    Um abraço !

  7. Simplesmente hilário. Se não for do mineiro Bernardo Guimarães, autor do fundamental “A Origem do Mênstruo” e do clássico “O Elixir do Pajé”, é de alguém que bebeu muito na sua obra. Seu blog continua sendo uma das coisas mais inteligentes do planeta. Bola pra frente.

  8. Sei que vão me vaiar, mas depois dessa, o “Satiricon” me pareceu tedioso. Culpa sua se eu não conseguir terminar de ler. Seus líricos canalhas!

  9. Por causa deste inteligente texto fui suspenso de um forum de Ht apos ter colocado o mesmo num topico, acharam inapropriado devido a ter damas como membro .O engraçado e que perto do lixo da programação atual da nossa TV este texto soa infantil.

  10. so para responder para os homens a mulher é a melhor parte de tudo a razoa de viver dos homens então pare de esculaxar as mulheres e so dar valor para sua xoxota.

  11. Genial! Poesia com métrica e rimas ricas. Quanta dedicação a dita cuja!
    Se descobrir quem é o autor deste texto, me avise. Quero dar para ele.

  12. gostei do texto, mas eu não entendo muito sobre o assunto, por fv se tiver alguma mulher aí afim de ensinar-me eu aceito!

  13. DISSERAM-ME QUE ISSO ERA DE MÁRIO QUINTANA. FUI PESQUISAR E VI QUE NÃO É. E NEM PODERIA SER, POIS O GLORIOSO MARIO QUINTANA JAMAIS ESCREVERIA ISSO.

    RAY

  14. Este maravilhoso texto é de Mario Qintana, poeta gaúcho de Alegrete nascido no inverno como ele mesmo diz no “MENSAGEIRO DO VENTO”.

  15. Até onde sei é de QUINTANA mesmo, o poeta do cotidiano, das coisas corriqueiras, como a nossa xoxota, ora bolas, hihi…

  16. E eu, cheio de metáforas… vejam a minha modesta homenagem a ” ela “.

    ROXA FLOR

    J.D.Cyrino Jr.

    Roxa-Flor de frisada entranha,
    carnívora planta
    de fisiologia estranha,
    a sanha que sacia tua fome,
    desassanha o desejo
    do alimento que tu comes.

  17. Que?! Talho?! Buceta?! Xoxota?!
    Mas..mas…o que é isso?
    Alguém mulher boa e gostosa poderia me explicar?!

  18. EU JÁ NÃO COMO FAZ TEMPO. MAS ADOREI O POEMA.
    TO PESQUISANDO PRA TER CERTEZA DA AUTORIA E PASSAR PRA FRENTE.
    ALGUNS COMENTÁRIOS SÃO QUASE MELHORES QUE O PRÓPRIO POEMA.
    DIVERTIDÍSIMOS!
    GOSTARIA DE ENVIAR TODO O BLOG PARA AMIGOS. COMO FAÇO?

  19. Amei este poema primeiro por ser do Mário Quintana e segundo pq considero a xoxota uma das nossas partes mais lindas , além da utilidade q ela tem…rsrs. Bjs gatos!

  20. a xoxota e uma maravilhar ,tem gosto de baunilha ,mas começa á ardilar …
    é só meter o pinto ,roubei esse verso não minto que agora vou lhis com tar
    criola , criola…..
    diz ovelho poéta ,tempero de buceta e rola.

    tonny carqueija.

  21. segundo pesquisa de ultima hora, resultado recente aponta como genialíssimo autor da obra, Mário Quintana. algo que sequer questiono, haja visto o mesmo ser possuidor de textos similares e divulgados acompanhados de sua assinatura.

  22. A poesia brasileira resume-se no antes e depois de “A criação da xoxota”, obra-prima de Mário Quintana. Fernando Pessoa, Pablo Neruda e Vinícius de Moraes choram em seus túmulos por não terem podido compor tal marco na história da Literatura. Mário Quintana soube, de maneira perspicaz, arguta e genial, dissecar a alma da vagina, percorrer os meandros da vulva e desvendar os segredos do nascimento do órgão sexual feminino.

  23. Sandra Ritzel, não seja tão inflexível! O poema é bem criativo, inteligente e atemporal. Retrata com maestria o conspícuo órgão sexual feminino. Pesquisei diuturna e incansavelmente a autoria de tal composição, que está nos anais da Literatura nacional. De fato, o poema, realmente, foi composto por Mário Quintana!! Obtive a comprovação cabal depois de analisar minuciosamente a árvore genealógica de suas obras e de seus alfarrábios, o seu estilo literário, os relatos de diversos parentes, a opinião abalizada de poetas contemporâneos e a sua vida boêmia. Dessa forma, resta inconteste a sua autoria. Portanto, reiterando, Mário Quintana, de forma acachapante e insofismável, é o único e verdadeiro autor da obra-prima que se intitula: “A criação da xoxota”. Quintaninha teve a brilhante ideia de compor tal marco literário depois de uma foda maldada, vulgo broxada, com a meretriz francesa -radicada no Brasil- Eugene, no cabaré La Poison. Relendo os manuscritos do poema, constatei que a última estrofe, no original, rezava o seguinte: “Por fim, o Capeta, intrometido e bem picareta, apelidou-a de boceta”. Contudo, em virtude da revolta gerada pela transa malfadada e pela dor moral de virilidade pífia, Mário resolveu adicionar uma pitadinha mais popular, picante e maledicente. Inclusive, por causa desse poema, muitos críticos literários reivindicam o Nobel de Literatura em favor de Mariozinho, que deve ser laureado, pelo menos, no âmbito moral. Outros críticos, mais efusivos e entusiastas, asseveram que a simples feitura desse poema torna Mário Quintana o irmão mais novo de Deus… Logo, Sandrinha Ritzel, abra a sua mente, tarado também é gente!!

  24. ODE AO CU, POEMA DE THIAGO QUEIROZ

    Muito se fala da boceta e pouco do cu
    Tem a puta, a mãe, a freira e até o baiacu
    Poucas reconhecem o seu devido valor
    Quando o pau entra, ele pisca com fervor.

    Superestimada é a xoxota molhadinha
    Mas nada se compara ao cu apertadinho
    Quando as pregas dão aquela esticadinha
    É hora da mulher virar o “zoinho”.

    Tem cu que salva casamento
    A mulher que não dá
    Depois não venha reclamar
    O marido vai achar em outro aposento
    Pode ser num jumento ou convento.

    Esposa que não libera o orifício anal
    Marido sabe que é hora de bacanal
    Regozija-se nos braços da rapariga
    E volta tarde culpando o patrão duma figa.

    Muitas reclamam da imensa dor
    Nada que manteiga, cuspe ou K-Y não resolva
    E o cu fica feliz com tal prova de amor
    Mais dói ver o amado comer o rabo de outra na alcova.

    O pequeno, grande, grosso, fino, torto
    Com jeitinho o cu abriga
    Do pênis é o seu aeroporto
    Mulher sabida dá e nem liga
    Aproveita a elasticidade
    E libera com vontade
    Com o tempo gosta e não faz drama
    E com isso garante o marido na cama.

    Milhares de terminações nervosas a mais
    O cu reina soberano
    Uma dorzinha não é nada demais
    Substituir a vagina não é profano.

    Namorada esperta solta o “cheiroso” sem frescura
    Só quer saber daquilo e pede bis
    Sabe remexer o glúteo com doçura
    E apertar o pinto como meretriz
    Pode até ser indecente
    Mas vamos liberar o cu, gente.

Leave a Reply

Your email address will not be published.