Vidas paralelas

Patrick numa casa de chá, falando sobre medicina e sobre a indisposição estomacal do dia anterior, tratada com chá de boldo:

— Eu namorei uma médica por dois anos, é por isso que sei essas coisas.

Rafael, desconsolado por ver que a vida nem sempre é um bom aprendizado:

— Eu namorei uma advogada por um tempão. E tudo o que aprendi foi a sacanear os outros.

15 thoughts on “Vidas paralelas

  1. Não reclame Rafael, a experiência dele o deixou mais saudável, mas com certeza você está mais bem preparado pra viver nesse mundinho safado.

  2. Essa foi boa mestre.

    Sobre o chá de boldo. Acho que o efeito é psicológico. Você fica bom instintivamente para não ter que tomar novamente.

    Abs.

  3. Advogados e jornalistas…dois dos 4 cavaleiros do Apocalipse…

    Eu fui casada com um artista plástico..meu casamento foi surrealisticamente abstrato…

  4. vc ainda tem tempo de namorar uma medica ta… eu CONTINUO aqui… heheheh..alias d seu ladinhu em recife!!! beijocas

  5. Uma vez eu namorei um publicitário que não conseguia assumir um relacionamento e dizer as pessoas que eu era sua namorada. Com ele aprendi que toda mulher pode dizer “eu te amo meu lindinho” e ter que ficar calada aturando esse tipo de coisa. Ele dizia não ter nada haver com isso.

    Filho da puta né?

    Deve ser por isso que nunca confiei nele.

Leave a Reply

Your email address will not be published.