14 thoughts on “Pensamento do dia de Rafael Galvão, o filósofo do povão

  1. Tem mulher maluca que vigia blog: eu tenho lá umas leitoras fanáticas e não-comentadoras que parecem identificar todo fulano que aparece nos meus textos. Eita, mulherada doida de pedra.Já coloquei até São Jorge pra jogar esse povo fora…que eca.

  2. Fale a verdade: roubou os cornos do Rudolf de Meu querido Papai Noel e agora sai com essa desculpa? Seu ordinário…

  3. Tá pensando em pular de um prédio, pela ponta que recebeste?
    Faz isso não, corno burro. Ela te colocou foi uma ponta, não foi uma asa.
    hahahahahahahahahhahaha, o Gringo é foda.
    Gringão

  4. Esse, muitas vezes é o melhor dos finais, olhe no meu caso, a “culpa” é algo que levarei para o resto da vida. Ah se eu tivesse aquela “second life” e ah se ela não fosse virtual…
    Peraí, mentira, eu prefiro a culpa, uma bala na cabeça não deve ser nada agradável…

  5. Vim parar aqui por causa do texto da Rita, diga-se de passagem, eu deveria mandar para todos os meus ex-namorados que conseguiram esquecer que já namoraram uma Rita. Tb escrevo, mas não sou tão boa. Gostei muito dos textos.Beijos, sucesso.

  6. Aê, Rafa! Filosofando como sempre… saudade desse pedaço… ando tão “bloqueada” que desapareço.
    Bjo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.