Don Draper

Esse é, talvez, o melhor final de uma série americana: o momento em que Don Draper tem uma epifania e entende o seu papel na nova cultura americana dos anos 70. O mais lampedusiano, o mais cínico e, talvez por isso, o mais verdadeiro. It’s the real thing.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *