A Albânia é o Haiti com slogans

Procure esta frase no Google: Albania is Haiti with slogans. “A Albânia é o Haiti com slogans”.

Você só vai encontrar em um único site: na Atlantic Monthly. É o final de um artigo que Peter Ustinov, morto há alguns dias, escreveu para a revista em 1966, depois de uma viagem pelo país de Enver Hoxha.

Do ponto de vista psicológico, o artigo poderia ter sido escrito hoje, quase 40 anos depois. Não é panfletário e maniqueísta como quase tudo o que se escreveu no ocidente sobre os regimes socialistas naqueles tempos, e mesmo hoje. É só a visão de um sujeito sobre um país estranho, diferente, sem no entanto deixar de notar alguns dos elementos que a propaganda estatal escamoteava: a pobreza, estranha em um país que era o sexto maior produtor de cobre do mundo, e elementos curiosos de provincianismo.

O mais interessante é que a frase, única, caiu no esquecimento. Ninguém notou — quem iria se preocupar com a Albânia quando ela era socialista, e quem vai se preocupar com o buraco miserável e sem futuro que ela é hoje? Essa frase é talvez a melhor definição possível do país, e uma definição crudelíssima de algumas experiências socialistas no século XX.

Mas é, principalmente, uma daquelas frases brilhantes, verdadeiras, que deveriam fazer a fama de um frasista.

Leave a Reply

Your email address will not be published.