Notícias estranhas em um blog esquisito (XVI)

Todo o meu arcabouço de crenças desmoronou ao ver este artigo da Archaeworld (via Culture Kitchen).

Segundo ele, galinhas preferem humanos bonitos.

E eu, idiota que sou, passei a vida acreditando que galinhas preferiam homens ricos.

***

O exército invasor libertador americano no Iraque foi proibido de usar balas israelenses.

O problema para os acólitos de Bush não está exatamente em matar iraquianos. O que não pode é matar com o requinte da humilhação: usar balas tecnicamente judaicas.

Humilhação, só em prisões como Abu Ghraib.

Isso prova que meu avô estava redondamente errado quando dizia que bala não tem nome nem endereço.

***

Um juiz americano (tenho que dar o nome dele: se chama Donald Thompson e tem 57 anos) está sendo processado pelo procurador geral do Estado por “conduta constituinte de ofensa envolvendo torpeza moral em violação à constituição de Oklahoma”.

Traduzindo para bom português, o juiz costumava descascar uma bronha no tribunal durante as audiências.

Chegou ao cúmulo de, segundo Lisa Foster, levantar o pintinho para depilar embaixo, enquanto ouvia os depoimentos.

(O “pintinho” não é só eufemismo. Dizem que ele costumava usar uma dessas bombinhas para aumentar o tamanho do pênis. As pessoas ouviam o som da bomba. Fluf, fluf… O réu aqui presente… Fluf, fluf… Merítissimo… Fluf, fluf…)

***

Uma professora de 23 anos da Flórida, Debra Lafave, está sendo processada por ter feito sexo com um aluno de 14 anos, repetidas vezes (repetidas vezes!)

É um ultraje que professores se aproveitem de forma tão soez de seus alunos. E, no julgamento, vai-se poder ver a cara de felicidade do aluno, o sorriso beatífico que vai comprovar os profundos danos psicológicos que a professora lhe causou.

***

Sempre pensei que os maiores idiotas do mundo fossem os cristãos que compravam pedaços da cruz de Cristo na Idade Média, mas alguns muçulmanos acabaram de superá-los.

Centenas de muçulmanos vindos de toda a Alemanha, e até mesmo da Holanda, se dirigiram a um hospital alemão porque um website turco informou que uma mulher havia dado à luz o Messias e então morrido. Mas fora desenterrada e tinha ressuscitado, e o seu corpo estava todo queimado — menos os seus seios. Alá teria ordenado que ela amamentasse o filho por 40 dias e então morresse novamente.

Em verdade, em verdade vos digo: tem coisas que mesmo vendo não dá para acreditar.

One thought on “Notícias estranhas em um blog esquisito (XVI)

Leave a Reply

Your email address will not be published.