A história se repete como farsa

Avatar” é o “Tron” dos anos 2010.

A mesma merda. E o mesmo destino: a lata de lixo da história.

12 thoughts on “A história se repete como farsa

  1. Quanto à comparação…

    Tron
    Theatrical Performance
    Total US Gross $26,918,576
    Production Budget $17,000,000

    Avatar
    Total US Gross $668,224,829
    Production Budget $237,000,000

    Agora, afora estas comparações profanas, a verdade verdadeira é que Matrix foi o novo Tron, se você pensar na história. Já do ponto de vista estético, Tron quis ser um manifesto pela CGI: o objetivo era mostrar a computação gráfica, afastando-se da realidade. Em Avatar, o objetivo é recriar a realidade a partir da computação gráfica.

  2. Hermê,

    Eu pensava que Tron tinha sido um fracasso de bilheteria; não foi, pelo visto. Não deu prejuízo.

    Quanto aos objetivos diferentes, isso não é a mais pura verdade. Porque Tron foi feito com a tecnologia à mão na época, o melhor dela. O princípio é o mesmo: usar tecnologia e recursos visuais para mascarar a falta de roteiro, atores, etc. Assim como Avatar. Daqui a 20 anos a gente vai olhar Avatar e achar tosco. Como hoje acha Tron.

    Nos dois casos, o que você tem é roteiros vagabundos — o de Avatar sendo especialmente ruim — servindo de suporte para a exposição massiva de tecnologia. Esse tipo de filme impressiona quando é feito, mais ou menos como uma dose de heroína entorpece o usuário durante algum tempo. O problema é quando se acorda.

    É por isso que não há comparação possível entre Matriz e Avatar. Matrix, goste-se ou não dele, trouxe referenciais estilísticos importantes para o cinema (e olha que quem fala aqui é um sujeito que não vê graça no filme). Avatar não trouxe nada, além da prova redundante de que com dinheiro e computadores suficientes você pode dar uma boa maquiagem a um roteiro vagabundo, algo como Pocahontas estuprada por Dança com Lobos.

    A única coisa boa em Avatar é a concepção visual do planeta dos blue meanies. Não deve ser à toa que estão preparando um remake de Tron. Num tempo em que o cinemão hollywoodiano está em estado de indigência total, é possível que o remake concorra ao Oscar de melhor roteiro. 🙂

  3. pelo que eu pude ver na internet, não vai ser exatamente um remake, e sim a continuação da história quase 30 anos depois. o blog da notícia “furou”.

  4. Avatar é Star Wars dos anos 2010.

    Nos dois casos, o que você tem é roteiros vagabundos — o de Avatar sendo especialmente ruim — servindo de suporte para a exposição massiva de tecnologia.

    E o mesmo destino. Definir um novo padrão estético para filmes blockbuster

  5. comparação perfeita.
    MATRIX vai sobreviver a AVATAR.
    STAR WARS não definiu nenhum PADRÃO ESTÉTICO para filmes blockbuster. se podemos dizer que o filme DEFINIU alguma coisa foi o ESQUEMA DE DIVULGAÇÃO COMERCIAL e O SISTEMA DE DIVISÃO DE LUCROS de blockbusters.

  6. Deixando de lado toda o bla bla bla de efeitos visuais e roteiro super bem trabalhado de Matrix (apenas o primeiro, digo), Basta dizer que, depois de matrix, toda cena de tiroteio tem capsulas deflagradas caindo em camera lenta…

  7. Não, Tron de 2010 é Tron Legacy. =P
    (é que eu acabei de ver o trailer e lembrei desse post)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *